São Paulo – A LG anunciou hoje o seu novo smartphone topo de linha, que é chamado G5. O gadget tem como principal mudança visual um corpo feito em metal. Antes, os produtos da marca, mesmo os mais caros, eram feitos em plástico. Outra novidade de destaque é que o produto é modular, ou seja, ele pode se transformar em outros aparelhos, como câmeras ou reprodutores sonoros de alta qualidade, com o uso de acessórios ligados diretamente ao seu corpo.

O G5 é a aposta contra o Galaxy S7, o smartphone topo de linha da também sul-coreana Samsung – aparelho que será revelado ainda neste dia 21. 

Além do uso de metal, outra mudança visual do celular está na tela. Seu vidro é levemente curvado para oferecer um design mais ergonômico, buscando eliminar a sensibilidade da transição entre display e corpo de metal do aparelho. Fora isso, os botões de controle de volume, que ficavam na parte de trás, agora foram movidos para a lateral do gadget, em resposta a pedidos dos consumidores.

Apesar da mudança de design, a LG manteve característica que diferenciavam o antecessor G4 dos demais competidores topo de linha: bateria removível e suporte à expansão da memória interna com cartões microSD.

Magic Slot

Para oferecer a bateria removível, a LG criou um compartimento que pode ser retirado, como se fosse uma pequena gaveta que fica na parte interior do smartphone – algo que nenhuma outra grande fabricante fez até o momento. Esse é o chamado Magic Slot, que também serve para acoplar acessórios.

Divulgação/LG

Smartphone LG G5, detalhe do Magic Slot

Magic Slot: pequena gaveta no LG G5 permite remover a bateria e usar acessórios

“Normalmente, os consumidores precisam escolher entre design e conveniência, com o LG G5 você tem as duas coisas”, disse Juno Cho, CEO da LG Electronics, durante a conferência realizada em Barcelona, na Espanha, e que antecede a maior feira de celulares do mundo, a Mobile World Congress.

Segundo Frank Lee, diretor de marketing da LG Electronics, esse recurso permitirá que os consumidores não fiquem mais tão preocupados com a baixa duração de bateria. Se quiserem, eles podem tirar a bateria sem carga e colocar uma que esteja com a carga completa.

Notificações

“As pessoas desbloqueiam a tela 150 vezes por dia”, de acordo com Lee. Por isso, a LG criou uma tecnologia chamada Always on, que mantém a tela ligada o tempo todo. A duração da bateria não sofre um grande impacto por causa dessa novidade, segundo a LG. 

“Isso consome apenas 0,8% da carga por hora”, afirmou Lee.

Câmeras

O novo smartphone da LG conta com câmera frontal de 8 MP. Enquanto isso é algo já visto em concorrentes, o G5 tem algo único: sua câmera traseira tem duas lentes. 

Divulgação/LG

Smartphone LG G5

G: smartphone da LG tem duas câmeras traseiras

Uma delas tem 8 MP e um ângulo de captura de até 135 graus e serve para fotografar cenas mais abertas, como paisagens. 

A outra conta com 16 MP e captura imagem com até 78 graus. A LG indica que essa segunda lente é usada para tirar retratos. Usando o zoom digital, a transição entre as lentes acontece de maneira suave e automática, conforme você aproxima ou afasta a cena.

Configuração

O LG G5 é um gadget com configuração de primeira linha dentro do portfólio da marca. Sua tela de 5,3 polegadas utiliza a tecnologia chamada de pontos quânticos (algo visto somente em TVs e no antecessor G4), tem resolução Quad HD (2.560 x 1.440 pixels) e é IPS, o que lhe dá bons ângulos de visão.

O aparelho conta com o chipset Qualcomm Snapdragon 820 com processador octa-core, há 4 GB de RAM, suporte para cartões microSD de “até 2 TB”, 4G, bateria de 2.800 mAh, sistema Android Marshmallow e 32 GB de armezamento interno. Há ainda o novo conector USB Tipo-C, que é reversível, Bluetooth 4.2, NFC e Wi-Fi padrão AC.

Dois novos recursos que chegam ao G5 com essa configuração de hardware são o Quick Charge 3.0, que permite utilizar carregadores de amperagem alta para transferir energia rapidamente a partir de uma tomada, e uma tecnologia de localização de baixo consumo, que economiza bateria quando o GPS está ligado.

Além disso, a sul-coreana informou que o G5 está pronto para a era da realidade virtual – uma área da tecnologia com a qual a LG não se envolveu muito nos últimos tempos, diferentemente da Samsung. “O novo Snapdragon tem a potência e a gestão de bateria adequada para criar e consumir conteúdos em realidade virtual”, declarou Steven Mollenkopf, CEO da Qualcomm, ao falar sobre o chipset Snapdragon 820.

Acessórios

A LG aproveitou o evento também para demonstrar como o G5 é versátil para ser usado com acessórios conectados no novo Magic Slot. É possível transformar o gadget em uma câmera que filma em 360 graus, um headset de realidade virtual, um reprodutor de músicas de alta qualidade (criado pela B&O) ou uma câmera digital, para citar alguns exemplos. 

Divulgação/LG

LG G5 - Acessórios

G5: aparelho chega com uma série de acessórios

Atualização 25/02 13h40: O LG G5 não tem zoom óptico conforme previamente reportado. Ele tem zoom digital. O texto foi corrigido.

Tópicos: Google, Android, Celulares, Indústria eletroeletrônica, Mobile World Congress, Smartphones