São Paulo - Quem anda chateado com a vida de solteiro vai gostar de conhecer o Kickoff. O app promete ajudar seus usuários a iniciarem um relacionamento estável.

Disponível para iOS desde dezembro, a novidade ganhou recentemente sua versão para Android. Ao ser baixado, o app rastreia os contatos do usuário no Facebook e inicia a exibição de possíveis parceiros e suas características - como emprego, religião e nível de escolaridade. 

O usuário pode aprová-los ou não. Quando ele aprova alguém que também o aprova acontece o "match" (combinação, em inglês). Então, o app permite que as duas pessoas comecem a conversar.

Qualquer semelhança com o Tinder não é mera coincidência. De acordo com o fundador da startup Clayton Spencer, o app famoso serviu mesmo de inspiração.

Segundo ele, a diferença é que no Kickoff o usuário só entra em contato com amigos de seus amigos e com uma quantidade limitada deles por dia (no máximo, 10). Isso aumentaria a confiança entre os usuários e o interesse deles pelo aplicativo.

"Um estudo mostrou que no Kickoff as pessoas trocam 7 vezes mais mensagens e dão 'match' 20 vezes mais do que no Tinder", afirmou Spencer em entrevista a EXAME.COM. "Não é um app de azaração", disse ele no bate-papo. 

Chic

Desde o início de suas operações em dezembro, o Kickoff já conquistou dezenas de milhares de usuários. Na época do lançamento, os criadores do app realizaram uma festa para mais de mil pessoas no Morumbi, bairro da zona sul de São Paulo.

De acordo com Spencer, a maioria dos usuários do Kickoff tem entre 18 e 30 anos e estudou nas melhores universidades de São Paulo. Spencer confirmou que houve uma preocupação de divulgar o app primeiro nesses ambientes para alcançar esse público.

Porém, ele negou qualquer tipo de preconceito com outros tipos de usuários. "A ideia não é ser exclusivo, mas sim relevante", disse ele. 

"Queremos que o nosso app seja como a vida real, na qual as pessoas se relacionam com diferentes grupos sociais", explicou Spencer.

Em breve, ele pretende lançar o app em mais uma cidade brasileira. Até dezembro, sua expectativa é estar em sete cidades do país e bater a marca de 1 milhão de usuários.

Outro meta para o futuro é incluir recursos pagos no app gratuito, tornando o Kickoff um aplicativo freemium.

Tópicos: Apps, Apps Android, Android, Apps para iPhone, iPhone, Casamento, Startups