Atendendo a pedidos de seus programadores, o Google finalmente liberou o uso de códigos promocionais na Play Store.

A partir de agora, os desenvolvedores utilizarão os promo codes para presentear os usuários com descontos em compras dentro da loja de aplicativos, por exemplo.

Essa é uma demanda que já vinha sendo discutida por quem cria apps para o Android há algum tempo.

A Apple Store, principal concorrente do Google no segmento, já estava um passo a frente da Play Store com relação aos códigos promocionais, permitindo que os clientes iOS pudessem ser premiados desta forma.

A notícia é boa para os desenvolvedores, mas traz consigo alguns detalhes que podem não agradar tanto assim esses profissionais.

O Google estabeleceu alguns limites para o uso do recurso, como uma quantidade máxima de 500 códigos a serem distribuídos a cada três meses.

Caso a cota não seja completamente utilizada, a quantidade de codes que restarem não é cumulativa para o trimestre seguinte.

A validade dos códigos deve ser definida pelos seus desenvolvedores. Caso a data não seja definidade, os codes ganham uma duração de um ano.

Tópicos: Apps, Google, Empresas, Tecnologia da informação, Empresas americanas, Empresas de tecnologia, Empresas de internet, Promoções