Todos os dias, mais de 3 bilhões de buscas são realizadas por usuários do Google em todo o mundo. Desse total, 15%, ou 450 milhões, são combinações de palavras inéditas, nunca antes digitadas no sistema.

Os números impressionantes foram divulgados nesta quarta-feira (25) em evento realizado em São Paulo para celebrar os 15 anos do Google. A data de aniversário é oficialmente comemorada na próxima sexta-feira (27).

“Nós rastreamos 20 bilhões de sites todos os dias, e temos mais de 100 petabytes de informação armazenados”, disse Scott Huffman, vice-presidente de engenharia do Google. Da Califórnia, por videoconferência, Huffman afirmou que os dados arquivados equivalem a um filme em DVD com duração de quatro mil anos.

Até hoje, já foram mais de 60 trilhões de páginas rastreadas pela empresa, que tem como grande desafio encontrar formas cada vez mais eficientes de organizar a informação e ranquear melhor os links nos resultados de busca.

Uma das ferramentas desenvolvidas para acelerar o processo é o Painel do Conhecimento, uma grande teia que relaciona 570 milhões de itens a 18 bilhões de fatos sobre eles. Assim, é mais fácil para o Google saber que personalidade, por exemplo, está ligada a que bafafá na mídia.

Relacionar todos os tipos de informação é essencial para os planos da empresa.

“No futuro, vemos cada vez mais a presença da busca por voz e por imagens em aparelhos como o Google Glass”, diz Huffman.

A capacidade de identificar sons e objetos já funciona nos serviços do Google, mas deve ganhar força nos próximos anos. “Nosso objetivo é transformar a forma de utilizar a busca. Ela deve ser uma assistente inteligente que te ajude todos os dias”, afirma.

Tópicos: Google, Empresas, Tecnologia da informação, Empresas americanas, Empresas de tecnologia, Empresas de internet, Pesquisas, Tecnologia