São Paulo - O Facebook já mobilizou 131 hackers em seu programa de recompensas para quem encontra bugs no site.

De acordo com o chefe da equipe responsável pela segurança da rede social, Ryan McGeehan, no site da Forbes, a empresa já pagou mais de US$300 mil para que hackers encontrem e ajudem a consertar erros na página do serviço.

Lançado em julho do ano passado, o programa paga aproximadamente US$1 mil para cada erro reportado à equipe de segurança do Facebook. Ryan McGeehan afirma que o programa já recompensou 131 especialistas em 27 países desde então.

McGeehan ainda conta que um dos hackers do programa foi chamado para estagiar na empresa. “Nós fizemos diversas melhorias no site baseadas em informações fornecidas pelo programa de recompensas por bugs, enquanto, no geral, fomos eficientes quanto ao custo e justos com os especialistas”, afirma o chefe de segurança.

Apesar de ter gastado mais de US$300 mil no programa, o Facebook ainda está atrás do Google, que pagou US$410 mil em seu primeiro ano de recompensas e já gastou mais de US$3 mil por cada bug encontrado no site.

Tópicos: Facebook, Redes sociais, Empresas, Internet, Empresas americanas, Empresas de tecnologia, Empresas de internet, Hackers