A Apple pretende lançar um serviço de TV por streaming – como faz o Netflix – até o fim deste ano, informa reportagem do jornal americano New York Post. Contudo, a empresa encontra um obstáculo: as companhias de mídia, que detêm o direito sobre os conteúdos.

Eddie Cue, vice-presidente do iTunes, passou meses conversando com os estúdios, que obstruíram as tentativas da Apple de exercer controle sobre todos os aspectos do serviço de vídeos. Na visão dos estúdios, a Apple assumiu a postura de quem quer ser a única a tomar decisões sobre preço e conteúdo a ser distribuído.

A Apple pretende oferecer os canais como aplicativos para seus aparelhos, incluindo o media center Apple TV. O iTunes já permite que usuários comprem e baixem seriados.

Tópicos: Apple, Empresas, Tecnologia da informação, Empresas americanas, Empresas de tecnologia, Concorrência, Internet, Netflix, TV, Televisão