Barcelona - Cientistas da Faculdade de Óptica e Optometria de Tarrasa (FOOT) da Universidade Politécnica da Catalunha (UPC) desenvolveram uma inovadora lente de contato que freia a progressão da miopia em 43%

A lente de contato foi desenvolvida por Jaume Pauné, médico da UPC, que apresentou o novo produto em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira em dita Universidade.

A diferença entre as lentes de contato convencionais e a nova é que as usadas habitualmente corrigem somente a visão central do olho e não as laterais, o que provoca o crescimento do olho e da miopia, enquanto a lente de Pauné evita este aumento ao cobrir também a visão lateral.

"A miopia começa entre os nove e os 13 anos de idade, progride fortemente até os 16 e se desacelera só a partir de então, e o fato de frear em 43% sua progressão permite poder ter uma mudança no final deste processo de entre três e cinco dioptrias menos", afirmou Pauné.

Neste sentido, Pauné garantiu que a partir das cinco dioptrias, o risco de sofrer uma patologia ocular aumenta entre 20 e 50 vezes em comparação com uma pessoa sem problemas visuais, e apontou que a miopia é a causadora de uma quinta parte da cegueira no mundo todo.

Além disso, Pauné estimou que cerca de 25% das crianças de 13 anos sofrem com miopia, um dado que aumenta até 45% entre a população universitária, número que o doutor da UPC calculou que aumentará nos estudos realizados entre a nova geração tecnológica.

A nova lente foi verificada através de estudos clínicos que se desenvolveram entre uma centena de pacientes que a usaram durante dois anos no FOOT, no Centro Médico Teknon de Barcelona e na Universidade do Minho de Portugal.

A nova lente, que já está sendo comercializada, é única no mundo que freia o progresso da miopia, embora exista um tipo de lente fabricada em Hong Kong com características parecidas, mas com uma efetividade "relativa", de acordo com Pauné.

O doutor da UPC garantiu que a lente chinesa é "especialmente beneficente" para as crianças porque controla a progressão da miopia em uma idade na qual o avanço desta patologia é "feroz", manifestou Pauné, enquanto a nova lente pode ser utilizada também na idade adulta.

A lente de contato já está no mercado e tem um preço médio de 400 euros anuais por pessoa. 

Tópicos: Ciência, Espanha, Europa, Piigs, Saúde