São Paulo — O eclipse lunar total que acontece hoje só será completamente visível em parte da África e da Ásia Central. No Brasil, o fenômeno poderá ser visto parcialmente ao anoitecer. Mas não é preciso esperar até lá. Vários observatórios astronômicos estão transmitindo imagens da Lua na internet.

O eclipse lunar de hoje será do tipo central, o que é relativamente raro. Nele, a parte central da sombra da Terra vai passar pela Lua, obscurecendo-a completamente. A última vez em que isso aconteceu foi em julho de 2000, e a próxima será em julho de 2018. Embora haja outro eclipse lunar previsto para dezembro deste ano, ele não será do tipo central. Assim, é bom não perder a oportunidade de observar o céu hoje.

Há várias opções para quem quiser assistir ao eclipse sem sair de casa. Elas vão desde sites de observatórios de países como Alemanha, Espanha e Israel, que estão transmitindo as imagens, até o Google Earth (é preciso baixar um arquivo KMZ específico para ver o fenômeno nesse programa). Há também um aplicativo para smartphones com o sistema Android, do site Slooh, e um gráfico animado nesse mesmo site.

No canal oficial do Google, a transmissão, feita em parceria com o Slooh, já começou e vai até 19 horas (horário do Brasil). O auge do eclipse, quando a sombra da Terra terá encoberto completamente a Lua, vai ocorrer por volta das 17 horas. Confira a imagem ao vivo abaixo.

Tópicos: Ciência, Eclipses, Espaço, Vídeos