Aguarde...

Estudos | 12/09/2012 09:58

Contaminantes ambientais pioram memória e estresse

Pesquisadores avaliam os níveis de chumbo, cobre, zinco, cádmio e organoclorados no sangue de 130 idosos saudáveis e comparam com desempenho em testes cognitivos

Karina Toledo, da

Raciocínio, memória e habilidades numéricas e espaciais estão diretamente relacionada a quantidade de matéria cinzenta, diz pesquisador

Estudo vem sendo feito por pesquisadores brasileiros em parceria com um centro de pesquisa da Universidade de Montreal, no Canadá

São Paulo - Ao analisar uma amostra de 130 idosos saudáveis, pesquisadores brasileiros verificaram que aqueles com níveis mais altos de determinados contaminantes ambientais no sangue se saiam pior em testes de estresse e de desempenho cognitivo.

O estudo foi feito pelo Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em parceria com cientistas da Escola de Enfermagem e da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP) e da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Foram medidos os teores de chumbo, cobre, zinco, cádmio e substâncias organocloradas usadas no passado como pesticidas, entre elas o policloreto de bifenila. Em seguida, os voluntários foram divididos em dois grupos: um com níveis de contaminantes acima da mediana e outro com níveis abaixo desse valor.

“Todos apresentaram dosagens inferiores ao limite considerado seguro para a saúde humana. Ainda assim, o grupo com teores acima da mediana se saiu pior nos testes”, contou Deborah Suchecki, professora da Unifesp e coordenadora da pesquisa financiada pela FAPESP na modalidade Auxílio à Pesquisa – Regular.

Para avaliar o estresse dos voluntários, os pesquisadores mediram o cortisol – considerado o hormônio do estresse – em situação basal, ou seja, ao longo do dia, e após um evento estressor. Um teste padronizado que inclui tarefas como falar em público e fazer cálculos matemáticos mentalmente foi usado para induzir a situação de estresse agudo.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados