São Paulo – Uma equipe de cientistas da Universidade de Harvard e do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) criou um estado da matéria que funciona como os sabres de luz de Star Wars.

Os físicos exploravam as propriedades dos fótons - uma partícula elementar na constituição da luz e de todos os outros tipos de radiação eletromagnética - quando conseguiram fazer com que se agrupassem de uma maneira diferente. A molécula que surgiu a partir dessa união é diferente de qualquer outra matéria e se comporta como um sabre de luz.

Em um comunicado oficial, Makhail Lukin, um dos líderes do estudo, explica que a analogia com os sabres de luz faz sentido. Isso porque a física do que acontece nessas moléculas é similar ao visto em Star Wars.

Em outras palavras, os cientistas criaram uma forma de estimular os fótons a interagirem entre si de um jeito tão intenso que começaram a se comportar como se tivessem massa. A partir disso, surgiram as moléculas.

A descoberta é surpreendente porque contraria a teoria de que os fótons são partículas sem massa que não interagem uns com os outros. Segundo os cientistas, foi possível criar um meio de os fótons interagirem tão fortemente que eles começaram a agir como se tivessem massa.

Apesar da analogia com sabres de luz, não passa pela cabeça dos cientistas criar armas. Os pesquisadores esperam que a descoberta ajude a progredir na criação de computadores quânticos mais eficientes.

Tópicos: Ciência, Ficção científica, Filmes