São Paulo – Lorena Reginato, de 12 anos, tem um sonho: ter um canal de sucesso no YouTube.  

Após vencer um câncer na cabeça, ela publicou seu primeiro vídeo em meados de março e ele atingiu 2,5 milhões de visualizações em quatro dias. O número de inscritos também chegou a 1 milhão. No entanto, nesta madrugada, o seu canal, chamado Careca TV, foi hackeado e apagado.  

Quem conta a história é sua irmã, em um vídeo publicado no Facebook. A invasão ao canal foi promovida por um internauta de Pernambuco, mas sua identidade ainda é desconhecida.  

Pouco tempo depois, a página de fãs do Careca TV informou que a senha fora recuperada e o vídeo foi novamente publicado no YouTube. 

O canal da menina ganhou projeção extra na noite de ontem, quando foi tema de uma reportagem do Fantástico

Lorena, moradora de Jaú (SP), comoveu a internet falando de forma aberta sobre a sua doença e seu tratamento, que ocasionou a queda de cabelo – fato que deu nome ao canal. 

Reprodução/YouTube

Canal Careca TV, de Lorena Reginato

Careca TV: Lorena Reginato, em seu primeiro vídeo de sucesso no YouTube

"Eu sou careca – olha que careca linda – porque eu tive câncer, mas já não tenho mais, tá? Era um tumor, tirei tudo, tá tudo bem, já. Mas o tratamento ainda está acontecendo e logo, logo eu termino" 

A menina ganhou o apoio de famosos na web, como o cantor Wesley Safadão, e o youtuber Júlio Cocielo. 

Após o roubo das credenciais do canal no YouTube, Felipe Castanhari, conhecido pelo seu canal Nostalgia, manifestou sua revolta com o caso e seu apoio a Lorena. "Já mandei mensagem para um contato que tenho no YouTube BR, mas essa hora de domingo vai ser difícil alguém ver =/", escreveu Castanhari, em seu perfil no Twitter. "Meu Deus, velho, isso é o fundo do poço, mano! Meu Deus, velho". 

O YouTube Brasil divulgou uma nota oficial sobre o roubo temporário da conta de Lorena: "A empresa lamenta o ocorrido e informa que o caso já está sendo investigado. A companhia reforça que, para todos os canais, quando há uma suspeita em relação à segurança, oferece auxílio por meio da central de ajuda".

O Careca TV tem pouco mais de 7.000 inscritos e seu único vídeo tem quase 12.000 visualizações no momento da publicação desta reportagem. Lorena, que está em tratamento de câncer hoje, não se manifestou sobre o caso.  

Confira o primeiro vídeo de Lorena a seguir. 

Tópicos: Internet, Vídeos, YouTube, Google, Empresas de tecnologia, Empresas de internet