São Paulo – A feira de tecnologia CES 2016, que acontece em Las Vegas nesta semana, é quando as maiores fabricantes de TVs anunciam os produtos que serão lançados ao longo do ano. Nesta edição, LG, Samsung, Sony e Panasonic apresentaram smart TVs diferentes, seja pelo sistema operacional, seja pela qualidade de imagem.

A LG levou para a feira de tecnologia uma smart TV com sistema webOS 3.0 e com tela de resolução Super UHD (4k). Em termos de imagem, a qualidade aumenta por conta do HDR, um recurso que melhora o brilho e o contraste das cenas utilizando uma combinação de diferentes exposições. 

O design do modelo chamado UH9500 é o que mais chama a atenção. Em seu ponto mais fino, a TV tem 6,6 mm de espessura. O tamanho da tela varia de 55 a 86 polegadas.

Além do HDR, o aparelho tem algumas outras tecnologias que melhoram a imagem reproduzida pelo seu display. A True Black Panel foi aplicada pela LG para reduzir a reflexibilidade da tela, enquanto a Contrast Maximizer adiciona mais profundidade, separando melhor o que está em foco e o que é o background. Para som, a TV conta com alto-falantes da Harman Kardon.

Divulgação/LG

TV LG UH9500

LG UH9500: nova TV tem resolução 4K e HDR

“Estamos confiantes de que, em 2016, nossas novas TVs SUPER UHD compatíveis com HDR gerarão muita empolgação na indústria e também entre os consumidores em geral”, disse Brian Kwon, presidente e CEO da LG Home Entertainment Company, em nota a EXAME.com.

8K

A LG apresentou que diz ser a primeira televisão com resolução 8K pronta para ser produtiza. Chamada Super UHD 8K, essa linha de produtos tem tela com retroiluminação LED em um painel LCD. 

A primeira leva de aparelhos dessa família chega ao mercado no segundo semestre de 2016 – mesmo que a quantidade de conteúdos com essa qualidade de imagem seja praticamente nula. 

Ponto Quântico HDR

A rival e também sul-coreana Samsung anunciou TVs diferentes da LG.  A empresa utiliza uma tecnologia de tela diferente do Amoled e do LED: pontos quânticos.  

Enquanto painéis LCD com retroiluminação LED precisam do filtro de Bayer para gerar as cores a partir de uma matriz RGB, os cristais nanoscópicos da tela da TV da Samsung emitem luz e variações minúsculas de tamanho fazem com que as luzes de cores bem específicas passem pela tela. Ainda é preciso um certo nível de retroiluminação, mas é menos intenso do que numa televisão LED comum.

Os televisores dessa linha virão com sistema operacional Tizen, que é open-source e baseado no kernel do Linux. Esse OS está presente em todas as smart TVs recentes da Samsung e também na sua geladeira intleigente Family Hub. Fora os recursos tradicionais de televisões inteligentes, essa nova família de aparelhos da Samsung poderá servir de painel de controle para sua casa conectada, segundo a própria empresa.

Divulgação/Samsung

TV Samsung SUHD 2016

SUHD 2016: aparelho da Samsung tem display de pontos quânticos com resolução 4K e HDR

As TVs SUHD 2016 terão uma tecnologia chamada IoT hub, desenvolvida pela Samsung com SmartThings. Com isso, aparelho dessa linha poderá controlar mais de 200 dispositivos compatíveis com a tecnologia SmartThings. Dá para ver na televisão quem está tocando a campainha, trancar as portas da casa ou até mesmo desligar as luzes.

A plataforma de jogos via streaming GameFly também estará presente na nova linha de TVs da sul-coreana. 

“Nossas novas TVs SUHD representam nosso foco singular na inovação que mais importa aos consumidores, oferecendo a melhor qualidade de imagem para o lar”, disse Hyun Suk Kim, presidente da divisão visual display business da Samsung Electronics, em nota a EXAME.com.

Firefox OS

A Panasonic anunciou uma linha de TVs com o sistema Firefox OS 2.5. Chamada DX900 Ultra HD Premium 4K, ela será vendida a partir de fevereiro nos EUA e terá opções de tela LCD LED com tamanhos de 58 e 65 polegadas.

Divulgação/Panasonic

TV 4K Panasonic DX900

DX900: TV 4K da Panasonic roda o sistema Firefox OS

A nova TV tem um painel capaz de reproduzir cores em 10 bits e conta com HDR para melhorar o brilho das imagens exibidas.

Em nota a EXAME.com, a Mozilla disse acreditar que é "crucial a existência de uma plataforma web aberta e independente para a construção de um ambiente saudável para os dispositivos conectados". Vale notar que o webOS, da LG, e o Tizen, da Samsung, também são sistemas de código-aberto.

Android TV

A Sony apresentou na CES a família de TVs 4K chamada XD93, que vem em modelos de 55 e 65 polegadas. Também com HDR, esses produtos contam com o sistema Android TV, que é a versão do sistema do Google para smartphones adaptada para funcionar em televisores.

Divulgação/Sony

TV 4K Sony XD93

Sony XD93: nova TV 4K vem com sistema Android TV

A Sony XD93 conta com o que a fabricante chama de Slim Backlight Drive, que ilumina e escurece zonas no painel traseiro da tela, conforme necessário. Além dela, há a Triluminos, tradicional nas TVs da marca, que é responsável pelo processamento de imagem, buscando oferecer cores mais realistas.

As novas TVs anunciadas na CES 2016 ainda não têm previsão de lançamento no Brasil. Ainda não está claro se a LG irá ou não vender sua TV 8K no país. Vale lembrar que tanto LG quanto Samsung chegaram a vender televisores com preço de apartamento por aqui. A LG trouxe o modelo 105UC9 por 300 mil reais, enquanto a Samsung chegou a vender a 105S9W por 500 mil reais. Ambos os produtos têm telas de 105 polegadas.

Tópicos: Google, Android, CES, Firefox, Browsers, LG, Empresas, Indústria eletroeletrônica, Empresas coreanas, Empresas de tecnologia, Panasonic, Empresas japonesas, Samsung, Sony, TV, Televisão, TV 4K