Tóquio - O Tribunal Distrital de Tóquio negou nesta sexta-feira uma reivindicação da Apple, que acusava a Samsung Electronics de violar patentes. A corte japonesa ordenou que a Apple pague as taxas legais envolvidas no caso.

Na ação, a Apple alegava que a Samsung havia copiado ilegalmente tecnologia do seu iPhone e do tablet iPad para alguns de seus smartphone Galaxy e o tablet Galaxy Tab.

A decisão da corte de Tóquio ocorre após a Apple ganhar, no dia 24 de agosto, uma disputa com a Samsung julgada em um tribunal dos EUA, na qual a Samsung foi condenada a pagar indenização de cerca de US$ 1 bilhão por quebra de patentes.

As duas companhias vêm se enfrentando em cortes de vários países, acusando-se mutuamente de violação de patentes e cópia de tecnologia e design. As ações da Samsung subiam 1,2% na Bolsa de Seul, após a vitória da companhia no tribunal de Tóquio. As informações são da Dow Jones.

Tópicos: Apple, Empresas, Tecnologia da informação, Empresas americanas, Empresas de tecnologia, Ásia, Japão, Países ricos, Justiça, Patentes, Processos, Samsung, Indústria eletroeletrônica, Empresas coreanas, Tóquio, Metrópoles globais