São Francisco - A Apple apresentou nesta quarta-feira o iPhone 5, a versão mais fina do celular inteligente que é responsável pela maior parte do lucro da companhia e que ajudou a empresa a tornar-se a companhia mais valiosa do mundo.

O aparelho é equipado com tela "retina" de 4 polegadas, é compatível com rede de telefonia celular 4G LTE e é 20 por cento mais leve do que o modelo anterior, o 4S, que tinha tela de 3,5 polegadas.

A nova versão também terá o chip A6, duas vezes mais rápido, bateria para até oito horas de utilização em modo 4G LTE e recurso de teleconferência "Facetime" na rede celular. O produto será vendido nas cores branca e preta.

O novo modelo do iPhone foi lançando em um momento no qual a Apple tenta rebater a forte concorrência. O sistema operacional Android, do Google, tornou-se o mais utilizado no mundo, enquanto a rival e fornecedora Samsung Electronics assumiu a liderança nas vendas de smartphones.

O lançamento do produto também ocorre em um momento em que o presidente-executivo da Apple, Tim Cook, que assumiu o cargo de Steve Jobs, morto no fim do ano passado, é pressionado a apresentar um dispositivo que pode ajudar a Apple a avançar no setor.

Além do Google e da Samsung, a Apple vai enfrentar em breve concorrência do sistema operacional Windows Phone 8, da Microsoft, que está tentando tornar a plataforma uma alternativa ao iOS e ao Android.

Tópicos: 4G, Apple, Empresas, Tecnologia da informação, Empresas americanas, Empresas de tecnologia, iPhone, Smartphones, Celulares, iPhone e iPad, iPhone 5, Indústria eletroeletrônica, Tecnologia