São Paulo – A Apple publicou hoje (10) em seu site oficial um convite para um evento no dia 21 de março em Cupertino, na Califórnia. A expectativa da imprensa internacional é que um novo iPhone seja anunciado nessa data.

No entanto, o dispositivo que será revelado provavelmente não será o iPhone 7. Na realidade, a empresa deve lançar um aparelho muito mais parecido com o iPhone 5s.

De acordo com o especialista Mark Gurman do site 9to5Mac, ele será chamado de iPhone SE (Special Edition) e terá uma tela de quatro polegadas. Além disso, seu design será um pouco mais arredondado com bordas curvas.

No quesito configurações, o iPhone SE terá muitas das características encontradas no modelo 6s, como o Live Photos, o Apple Pay e a ativação da Siri por comando de voz. Além disso, seu processador será um A9, o mesmo do último iPhone.

Ainda segundo o 9to5Mac, a Apple irá parar de fabricar o iPhone 5s quando o SE entrar no mercado. Com relação ao preço, o novo dispositivo deve ser mais barato do que o 6s. A queda no valor pode ser uma jogada da Apple para estimular os usuários do iPhone 5s, que não possuem um poder aquisito alto, a comprarem um novo aparelho da marca.

Outro gadget que deve ser anunciado no evento é o novo iPad com tela de 9,7 polegadas – ou seja, do mesmo tamanho do display do iPad Air 2. Pouco se sabe sobre o aparelho, apenas que ele será uma versão menor do iPad Pro com suporte para o Apple Pencil, a caneta que permite que o usuário desenhe e escreva no tablet. A empresa também deve apresentar novas ferramentas e acessórios para o Apple Watch.

O anúncio da Apple chegou dias depois do Google revelar o Android N, a nova versão de seu sistema operacional, de forma inesperada. Aliás, a empresa do CEO Tim Cook não costuma lançar novos produtos, especialmente o iPhone, em março – geralmente as apresentações da companhia são feitas em setembro.

Agora, é esperar para ver quais serão as surpresas que a Apple reserva para o dia 21 de março. 

Tópicos: Apple, Empresas, Tecnologia da informação, Empresas americanas, Empresas de tecnologia, Apple Watch, Relógios inteligentes, Inovação, iPad, Tablets, iPhone e iPad, iPhone, Smartphones, Celulares