Arquitetura desconstrutivista

São Paulo – Ousadia nas formas e movimento são traços marcantes das obras de Zaha Hadid, uma das mais influentes e premiadas arquitetas da atualidade. Nascida no Iraque, é uma das expoentes da corrente desconstrutivista, marcada pela fragmentação e pela não-linearidade nos projetos.

Entre as dezenas de prêmios que acumula, Zaha foi a primeira mulher a conquistar o Prêmio Pritzker de Arquitetura – uma espécie de Nobel da área – em 2004.

Nesta terça-feira (21/6), um de seus projetos mais recentes abriu as portas. É o Glasgow Riverside Museum of Transport, um museu dedicado a transportes e tecnologia, na Escócia. Confira a seguir este e outros projetos de tirar o fôlego assinados por Zaha Hadid.

Tópicos: Design, Inovação