Nokia mira Apple, Alibaba e Amazon para vender HERE

A Nokia está em processo de venda de sua deficitária divisão de mapas e tenta despertar interesse de Apple, Alibaba e Amazon para comprar o HERE

A Nokia Oyj, empresa finlandesa em processo de venda de sua deficitária divisão de mapas, está tentando despertar o interesse de alguns dos maiores nomes do setor de tecnologia, como Apple Inc., Alibaba Group Holding Ltd. e Amazon.com Inc., segundo fontes informadas sobre o assunto.

Essas empresas, assim como o Facebook Inc., um grupo de fabricantes de veículos alemãs e algumas firmas de private-equity, estão estudando a divisão de mapas da Nokia, conhecida como HERE, o que ressalta a onipresença e a utilidade dos serviços baseados em localização.

A Nokia busca mais de 3 bilhões de euros (US$ 3,2 bilhões) com a venda da unidade, segundo uma das fontes, que pediu anonimato por discutir uma informação privada.

A Sirius XM Holdings Inc. e a Harman International Industries Inc. também foram abordadas por seu interesse, disseram as fontes. A primeira rodada de propostas pela unidade está prevista para o fim da semana que vem, disse uma fonte.

Os ativos de mapeamento perderam valor: a Nokia os comprou por US$ 8,1 bilhões em 2008. Eles valiam cerca de 2 bilhões de euros no ano passado, segundo relatórios financeiros da Nokia.

A empresa quer vender a unidade de mapeamento em um momento em que está focando em equipamentos de redes móveis e serviços para competir melhor com a Huawei Technologies Co.

A Nokia disse na semana passada que fechou um acordo para compra da Alcatel-Lucent por 15,6 bilhões de euros com o objetivo de criar a maior fornecedora mundial de equipamentos para redes de telefonia celular.

Algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo podem estar interessadas na tecnologia de mapeamento da Nokia para melhorar seu software de navegação, um recurso padrão dos smartphones.

A Apple teve dificuldades em 2012 quando estreou o software de mapeamento de seu sistema operacional, ao fornecer aos usuários indicações equivocadas e pontos de referência com nomes errados. A Apple acabou permitindo o uso do aplicativo de mapas do Google Inc. em iPhones e iPads para amenizar as críticas.

Sirius, Baidu

A Sirius, maior provedora de rádio por satélite do mundo, está focando na expansão de seus produtos para conectar automóveis à internet. A Alibaba, maior empresa chinesa de comércio eletrônico, e o Baidu, maior mecanismo de busca da China, também estão interessados em ampliar seus portfólios para oferecer mais produtos e serviços aos seus usuários.

As firmas de private-equity Silver Lake Management, Hellman Friedman, Apax Partners e General Atlantic também poderão apresentar ofertas, disseram as fontes.

Um porta-voz da Nokia preferiu não comentar, assim como representantes das empresas Apple, Alibaba, Facebook, Sirius, Harman, Silver Lake e General Atlantic. Porta-vozes das companhias Amazon, Apax e Hellman Friedman não responderam aos pedidos de comentário.

A publicação alemã Manager Magazin informou na quarta-feira que empresas como Facebook, um grupo de fabricantes de veículos alemãs (entre elas a Bayerische Motoren Werke AG, a Audi, da Volkswagen AG, e a Daimler AG) e a Hellman Friedman também estavam estudando a HERE.

A Nokia está trabalhando com uma assessoria financeira para vender sua divisão de mapas, informou a Bloomberg no dia 10 de abril.

A HERE divulgou uma receita de 970 milhões de euros no ano cheio e um prejuízo operacional de 1,24 bilhão de euros, incluídos encargos de depreciação de fundo de comércio de 1,21 bilhão de euros, segundo o relatório anual da Nokia. Em janeiro, a Nokia projetou um aumento nas receitas de suas divisões de mapas e patentes em 2015.