Nokia Asha 501

logo-infolab

Com um design que se aproxima da linha Lumia, o Nokia Asha 501 renova os aparelhos mais acessíveis da finlandesa e cria um produto interessante para o público que busca um celular barato, confiável e de recursos básicos.

O Asha 501 é um aparelho de entrada, com suporte a dois cartões SIM e de baixo custo. Seu preço sugerido é de 329 reais, o que o coloca na briga direta com aparelhos rodando o Android 2.3, como o Galaxy Y, da Samsung. O corpo compacto desse smartphone é construído em plástico. Com uma pegada muito confortável e visual moderno, pode atrair um público mais jovem e não muito Geek, já que há uma limitação do sistema com aplicativos. Apesar de alguns serviços estarem cobertos, como Facebook, Twitter e WeChat, não há aplicativos do Google (Gmail, YouTube, etc), ou mesmo apps famosos das plataformas Android e iOS, como Whatsapp e Instagram.

Com 128 MB de memória interna (há um cartão microSD de 4 GB incluso) e só 64 MB de RAM, o Asha 501 não é um aparelho poderoso. Felizmente, o sistema Asha 1.0 é extremamente leve. Em nossos testes não observamos lentidão nas transições do sistema e serviços mais comuns, como envio de mensagens, alteração de dados de contatos ou mesmo para postar no Twitter. Em aplicativos mais pesados, como Facebook ou mesmo na loja de aplicativos, a lentidão se torna aparente e pode frustrar usuários acostumados com smartphones mais potentes.

A tela de 3 polegadas tem resolução de 320 por 240 pixels e, apesar da baixa densidade de pixels, a falta de qualidade não incomoda. Esse é outro trunfo do sistema. Os ícones tem bom tamanho e sua disposição facilita o acesso em um espaço pequeno. Claro que serrilhados nos textos e falta de definição são visíveis, mas esses problemas não causam tanto impacto.

Câmera

Com 3,2 megapixels, a câmera do Asha 501 faz um trabalho básico. Por básico entenda-se muito abaixo da média. Mesmo entre os aparelhos de entrada, o resultado desse aparelho foi ruim em nossos testes. Não há fidelidade nas cores e o balanço automático de branco parece não contribuir para a composição das cenas, que acabam saturadas e com tons vermelhos muito acentuados.

Vídeo

http://videos.abril.com.br/info/id/5d41b3392193dbd06cd66eaa681a07b5

Ficha técnica

Conexão 2G (EDGE)
SO Nokia Asha 1.0
Processador não informado
Armazenamento 128 MB + 4 GB (microSD)
Tela 3
Câmera 3,2 MP
Peso 97 g
Duração de bateria 13h22min

Avaliação técnica

Prós Design interessante; Dual SIM;
Contras Falta 3G; câmera ruim;
Conclusão O 501 representa um grande avanço para a linha Asha tanto no design como no sistema. Ele é indicado para quem precisa de um celular barato e funcional, mas não liga para falta de aplicativos e velocidade de conexão
Configuração 6,6
Usabilidade 7
Diversão 5,7
Bateria 7,8
Design 7,6
Média 6.9
Preço R$ 329