Nissan apresenta protótipo esportivo elétrico no Salão de Tóquio

Com carro esportivo e luxuoso, fabricante parece querer entrar no segmento de carros elétricos de luxo, dominado pela Tesla

A montadora japonesa Nissan apresentará um protótipo de veículo elétrico esportivo no salão do automóvel de Tóquio, que será realizado no fim do mês, em um modelo que servirá de base para um futuro carro comercializável.

A segunda maior empresa japonesa de automóveis, que tem como principal acionista a francesa Renault, apresentará o “Nissan BladeGlider”, um veículo com uma forma muito estilizada, mais estreito na parte da frente (1 metro) do que na parte de trás (1,89 m).

Na parte dianteira só haverá um lugar para o motorista. Ele ficará sentado no meio, na frente de uma espécie de manche. Na parte traseira, viajarão dois passageiros. A massa do carro fica principalmente na parte traseira, “o que permite deslocar o essencial da força para as rodas de trás, permitindo uma ótima capacidade de giro”, destacou a Nissan.

Com este carro esportivo e luxuoso, o fabricante parece querer entrar no segmento de carros elétricos de luxo, no qual o americano Tesla tem tido algum êxito na Califórnia (oeste dos EUA).

A Nissan já comercializa um veículo 100% elétrico, o Leaf, embora desde que foi lançado, em 2010, pouco mais de 80.000 unidades tenham sido vendidas. No Tokyo Motor Show (TMS, de 20 de novembro a 1º de dezembro), será apresentada uma nova versão deste veículo, o “Leaf Aero Style”.

A empresa japonesa apresentará, ainda, seu segundo veículo destinado a uma produção “em massa” (depois do Leaf), o e-NV200, uma caminhonete, cuja fabricação começará em breve em Barcelona (Espanha).

O grupo japonês aposta nos carros elétricos, nos quais investiu 4 bilhões de euros junto com a Renault, que já comercializa quatro veículos eléctricos na Europa.