Microsoft quer que você não perca as suas chaves

A empresa registrou a patente de um novo sistema de realidade aumentada, que ajuda a encontrar e rastrear pequenos objetos perdidos pela casa

São Paulo – Perder as chaves é um hábito de muitas pessoas. Afinal, é normal que elas entrem em espaços ínfimos e se percam entre objetos espalhados pela casa.

No entanto, o costume de procurar por chaves perdidas pode estar chegando ao fim.

A Microsoft registrou a patente de um novo sistema de realidade aumentada, que ajuda a encontrar e rastrear pequenos objetos perdidos pela casa – como é o caso de chaves, livros e moedas.

De acordo com a patente registrada pela Microsoft, o sistema – que poderia ser usado no óculos de realidade aumentada HoloLens, por exemplo – registra a aparência e o formato destes objetos, acompanhando-os ao longo do dia.

Se você os perder, basta informar o dispositivo que irá demarcar, digitalmente, onde eles foram vistos na última vez.

O mais interessante, porém, é que o sistema conta com funções coletivas: se uma outra pessoa, que também esteja usando um dispositivo de realidade aumentada, mover um objeto qualquer, todo sistema será avisado.

Não será preciso se preocupar, por exemplo, com a faxina da semana: se algum objeto essencial for deslocado, o sistema de todos na casa será alertado para a mudança.

Na prática, o novo sistema pensado pela Microsoft irá servir como um rastreador de objetos ininterrupto, podendo identificar, a qualquer instante, onde estão objetos do dia a dia.

“Perde-se muito tempo tentando encontrar objetos perdidos. Por exemplo, procurar por chaves do carro, carteiras, dispositivos móveis e afins pode fazer as pessoas perderem muito tempo ao invés de produzir algo”, afirma a Microsoft no registro da patente.

Funcional

O novo sistema não servirá apenas para procurar chaves perdidas, é claro.

“Um usuário pode ser capaz de descobrir uma localização mais recente das chaves perdidas, pode receber um lembrete para comprar mais leite enquanto navega na seção de laticínios em um supermercado ou pode rastrear e recuperar quaisquer outros objetos identificados pelo sistema”, afirma o texto da patente.

Por se tratar de uma patente, ainda não há informações se a Microsoft tem interesse em desenvolver a tecnologia.

Procurada pela imprensa internacional, a Microsoft não se pronunciou.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s