LG L50

logo-infolab

O LG L50 D225 é um smartphone com sistema Android, construção resistente e TV digital padrão 1-seg. O aparelho tem tela de 4 polegadas e conta com uma forma pouco tradicional de desbloqueio. Em vez de usar senha numérica ou desenho, que são os métodos comuns no Android, o dispositivo pode ser ativado com um padrão de batidas no display, uma tecnologia exclusiva da LG conhecida como Knock Code. Isso é útil para quem está somente com uma mão livre ou está cansado dos métodos tradicionais

O LG L50 é um aparelho ideal para quem quer separar a vida pessoal da profissional ou aproveitar as promoções de mais de uma operadora de telefonia: ele tem versões com suporte a um, dois e até três chips.

Design

O produto tem cantos arredondados que favorecem na hora de segurar ou colocá-lo no bolso. Sua construção, apesar de ser em plástico (como a grande maioria dos intermediários), é bastante resistente. A tampa traseira é removível, mas essa é uma tarefa um tanto difícil. Isso porque há uma espécie de contorno ao redor do aparelho, uma espécie de bumper, que é integrado à capa. Entretanto, isso é algo ótimo para evitar danos caso o smartphone caia de quina no chão. A capa é bem mais flexível do que de costume na lateral graças ao acabamento de borracha (chamado de Color Slim Guard) e, portanto, ele tem uma resistência mecânica excepcional.

A tela de 4 polegadas tem resolução, um tanto baixa, de 854 por 480p. Por outro lado, o painel LCD é IPS (In-Plane Switching), ou seja, o ângulo de visão é de 178°. Isso ajuda na hora de assistir TV no smartphone junto com outra pessoa, uma vez que não haverá distorção da imagem.

Configuração

A configuração não é um ponto forte do LG L50, mas ela também não deixa a desejar em termos de desempenho no dia a dia. O aparelho tem processador MediaTek MT6572 dual core de 1.3GHz, 1GB de memória RAM, bateria de 1.900 mAh e sistema Android 4.4 KitKat.

Isso oferece um desempenho aceitável se o uso não for muito intenso. Em atividades como navegar na internet, nas redes sociais e rodar games leves, o dispositivo se sai bem. Mas em títulos pesados, como Real Racing 3, a perda de frames é inevitável.

A memória interna, contudo, é um tanto restrita. Apesar de ter 4GB, estão disponíveis para uso somente 1,38GB. Sendo assim, é necessário contar com um cartão microSD para levar suas músicas, filmes e aplicativos. Ele tem suporte à expansão de até 64GB.

Comparando com os concorrentes à venda no mercado brasileiro que já passaram pela análise do INFOlab, o LG L50 fica atrás do Motorola Moto E, que vendido na mesma faixa de preço e também conta com configuração intermediária com TV digital 1-seg. Veja os resultados do benchmark abaixo.

Quadrant (em pontos) Barras maiores indicam melhor desempenho
LG L50 3250
Motorola Moto E 4935
AnTuTu (em pontos) Barras maiores indicam melhor desempenho
LG L50 9716
Motorola Moto E 13067
Vellamo (em pontos) Barras maiores indicam melhor desempenho
LG L50 1141
Motorola Moto E 1771

Sistema e aplicativos

O Android 4.4 KitKat é bastante modificado pela LG. Há uma skin na interface que dá o visual já peculiar dos smartphones da LG.  Ou seja, os fãs do Android puro ficarão descontentes com o sistema oferecido neste aparelho. Entretanto, as mudanças mais significativas e úteis estão no padrão de desbloqueio de tela (detalhado acima), no aplicativo de TV digital e no de rádio FM.

O aplicativo de TV digital é capaz de gravar e capturar tela. Mas o vídeo é armazenado em um formato proprietário e as imagens no formato jpg. Na configuração há a opção de programar uma gravação, que pode ser recorrente, de acordo com o guia eletrônico de programação (EPG). Para quem assiste TV na cama, dá para programar o desligamento depois de tempos pré-determinados (no máximo, uma hora).

Foto por: INFO/Reprodução

A antena de sintonização é física, o que permite que mais de uma pessoa possa assistir ao mesmo tempo, sem a comum limitação causada pelo uso de fone de ouvido como antena, algo que acontece, por exemplo, no Nokia Lumia 630.

O LG L50 vem com  QuickOffice 6.3 pré-instalado. Ele permite criar e editar documentos do Microsoft Office — contudo, devido ao seu teclado diminuto, digitar um longo texto pode ser uma tarefa demorada. A dica é usar teclados de terceiros, como o SwiftKey.  O smartphone também vem com o visualizador ThinkFree Mobile. Os demais aplicativos da marca são: Notas, Rádio FM, Clima, Gravador de voz e Centro de atualização, que guia a atualização do sistema e aplicativos exclusivos.

Foto por: INFO/Reprodução

Foto por: INFO/Reprodução

Bateria

No teste de bateria com Wi-Fi e Bluetooth ativos, o LG L50 aguentou 5h06 de reprodução de vídeo até que a carga acabasse.

Com Wi-Fi ligado, o aparelho aguentou 7h05 de reprodução ininterrupta de TV digital. Mas há um porém: por padrão, a TV digital mantém o brilho no mínimo. Mesmo que você altere a escala principal manualmente, a tela não se altera. Este “truque” fez a bateria durar mais. No menu configuração, há a opção de forçar o brilho para o máximo. Em um segundo teste, com estas condições, a bateria durou 4h26. Ambos os casos simulam usos intensos do aparelho, que pode funcionar longe da tomada durante boa parte do dia, dependendo do seu tipo de uso.

Câmera

O L50 captura imagens com resolução de 5MP, com flash LED e autofoco. A câmera tem ajustes de brilho, ISO e balanço de branco. De recurso mais interessante está o reconhecimento de voz para captura (Cheese, Smile, Whisky, Kimchi, LG) – algo já tradicional da LG.  As fotografias se mostraram melhores em condições favoráveis de iluminação, mas ficam um tanto granuladas em ambientes mais escuros, assim como acontece com a maioria dos smartphones intermediários, uma vez que o foco é oferecer um desempenho geral aceitável em vez de somente uma câmera refinada. Os vídeos têm resolução de 480p e a câmera frontal fotografa com 1.3MP e filma com qualidade semelhante à principal.

Foto por: INFO

Foto por: INFO

Foto por: INFO

Vale a pena?

O LG L50 é um smartphone simples que funciona bem no dia a dia para quem quer um aparelho para acessar a internet, assistir TV e usá-lo como um telefone. Ele também é resistente e pode ser uma boa opção para quem vive derrubando o celular.

Ficha técnica

Sistema operacional Android 4.4.2 (KitKat)
Chipset MediaTek MT6572
CPU ARM Cortex A7 Dual Core 1,3 GHz
GPU Mali 400p
RAM 1GB
Armazenamento 4GB (1,38GB disponível com suporte a microSD 64GB)
Ceonxões 3G, Wi-Fi b/g/n, bluetooth 4.0, GPS
Chips Há versões com suporte para 1, 2, 3 SIMs
Tela 4 polegadas (480 x 800p)
Bateria 1.900 mAh
TV digital Sim
Peso 140g
Bateria 5h06

Avaliação técnica

Prós TV Digital, Android 4.4 KitKat e construção resistente
Contras Performance fraca com diversos aplicativos abertos
Conclusão Smartphone para quem busca um aparelho para navegar na web, usar apps de bate-papo e assistir TV.
Configuração 7.5
Usabilidade 7.3
Bateria 6.9
Design 7.9
Média 7.4
Preço R$ 599