Lenovo cresce 30,4% e briga com Apple e Samsung em tablets

Mesmo sem consolidar compra da Motorola, empresa, além de investir em smartphones, ganha participação em tablets, de acordo com levantamento da ABI Research

São Paulo – Mesmo se a aprovação da compra da Motorola não tivesse sido concretizada, a Lenovo mostraria força no mercado móvel. Isso porque a empresa, além de investir em smartphones, está ganhando market share em tablets, de acordo com levantamento da ABI Research divulgado nesta quarta-feira, 19.

Segundo a empresa de pesquisas, no terceiro trimestre deste ano a fabricante chinesa aumentou em 30,4% a quantidade de tablets para abastecimento do mercado no mundo, totalizando 3 milhões de unidades no período.

Mesmo com esse avanço, a Lenovo ainda se mantém significativamente atrás da Apple e da Samsung, que juntas respondem por 62% dos quase 36 milhões de tablets enviados por todas as marcas ao mercado, segundo a estimativa da ABI.

Os iPads mostraram queda de 12,8% no comparativo anual, totalizando 12,3 milhões de unidades no terceiro trimestre, mas nos últimos três meses de 2014 a marca deverá ganhar novo fôlego com a renovação dos tablets para iPad Air 2 e iPad Mini 3.

Já a Samsung avançou 5,3% e totalizou 9,9 milhões de unidades de julho a setembro.