Legisladores interrogarão editor de jornal por vazamentos de Snowden

The Guardian foi o primeiro a publicar os documentos vazados pelo ex-agente norte-americano

Legisladores britânicos vão questionar o editor do jornal The Guardian no próximo mês sobre os arquivos secretos do espião norte-americano Edward Snowden após advertências de chefes de segurança do Reino Unido de que os vazamentos danificaram a segurança nacional.

Alan Rusbridger se apresentará ao comitê de inquérito da Câmara dos Comuns, disse o Guardian. “Alan foi convidado a prestar depoimento à comissão … e deve ocorrer no próximo mês”, disse um porta-voz.

Divulgações sobre as atividades da agência de espionagem da Grã-Bretanha e sua estreita cooperação com a Agência de Segurança Nacional dos EUA têm envergonhado o primeiro-ministro David Cameron e irritaram legisladores em seu Partido Conservador, que dizem ser muito comprometidos com a segurança nacional.

No mês passado, Cameron ameaçou agir para parar os jornais que publicam os vazamentos.

Rusbridger, um ex-editor de Washington para o London Daily News, defendeu o papel do Guardian, dizendo que provocou um debate sobre a extensão das atividades de inteligência, que os legisladores não conseguiram fazer.