Kobo Aura H2O

logo-infolab

Seguindo os passos da Amazon, outras livrarias que atuam no mercado nacional também investiram para trazer, com exclusividade, leitores digitais para distribuir livros eletrônicos, os e-books. A Saraiva fez isso no final do ano passado com o Lev e a Livraria Cultura já contava com o Kobo Aura HD. Na última semana, chegou ao Brasil o Kobo Aura H2O, uma edição e-reader que conta com proteção contra água e areia.

Com preço muito mais alto que o do Kindle, da Amazon, o aparelho se destaca pela resolução de tela acima da média (1 430 por 1 080 pixels). São 265 pixels por cada uma das 6,8 polegadas. Isto é especialmente útil porque o Kobo Aura H20 tem suporte para HQs nos formatos CBZ e CBR, ainda que a tela só exiba cores preta, “branca” e variantes de cinza.

O design do produto é simples e se assemelha ao do Kindle de 7ª geração da Amazon. A diferença é que o aparelho da Livraria Cultura é topo de linha e o concorrente é o modelo mais básico. Seu corpo é feito em plástico e há uma pequena porta que precisa ser aberta para conectarmos o carregador, o mesmo que acontece em produtos como o smartphone Galaxy S5, da Samsung, ou no Xperia Z2, da Sony. Essa é uma caraterística de aparelhos resistentes à água e à poeira, como acontece com o Kobo Aura H2O – portanto, o seu nome é apropriado, de certa forma.

A vedação é garantida pela certificação IP 67,  de acordo com o sistema de classificação Ingress Protection. Isso quer dizer o seguinte: numa escala de 1 a 8, o gadget tem nota 7 no quesito proteção contra entrada de água. Quando o assunto é a prevenção contra a poeira, a nota é 6 em uma escala de 1 a 6. Ou seja, este é um ótimo produto para quem gosta de ler na praia, na piscina ou, (quem sabe?), no banho. Essa vedação também é útil se você molhar o aparelho acidentalmente, seja na chuva, seja deixando-o cair na água.

O usuário pode mergulhar o aparelho a até 1 metro de profundidade durante 30 minutos consecutivos. Entretanto, vale uma ressalva: a tela deixa de funcionar embaixo d’água, o que impossibilita a mudança de página. Isso poderia ser resolvido se a criadora do Kobo Aura H2O, o grupo japonês Rakuten (uma das maiores empresas de internet do país), tivesse colocado botões físicos no produto, assim como a Sony faz com seus smartphones resistentes à água. Essa medida também resolveria a questão da virada de página quando o usuário segura o dispositivo

Algo muito bom – e mais relevante que a vedação contra água – é que o leitor eletrônico tem retroiluminação LED. Na prática, isso que significa que você pode ler no escuro sem precisar de uma lâmpada acesa no local, o que é especialmente interessante para quem tem o hábito de ler pouco antes de cair no sono.

No quesito compatibilidade de formatos, o Kobo Aura H2o se sai bem:
– e-books: e-pub, e-pub3, PDF e MOBI
– Imagens: JPEG, GIF, PNG, BMP e TIFF
– Texto: TXT, HTML, XHTML e RTF
– Revistas em quadrinhos: CBZ e CBR
– Compatível com e-Pub e Adobe DRM.

Entre os formatos, vale destaque o e-pub, uma vez que bibliotecas públicas, como a  Gutenberg.org, adotam esse formato.

O dispositivo tem memória interna de 4 GB, o que permite armazenar até 3 mil livros, segundo a Livraria Cultura. O aparelho também oferece acesso ao acervo de, aproximadamente, 40 mil obras da livraria.

O processador de 1 GHz parece sofrer para executar mudanças de páginas. Acontece uma sobreposição do texto da página anterior com o da seguinte durante um período extremamente breve, porém, perceptível. Essa é uma característica que, talvez, seja irrelevante para o comprador, mas os Kindles têm uma tecnologia melhor nesse ponto.

Muito já foi dito sobre os itens que o leitor digital da Amazon tem e o da livraria Cultura não, então vamos falar do contrário agora: o Kobo permite a personalização do texto de maneira interessante. São 10 estilos de fonte e 24 tamanhos diferentes. Até mesmo a espessura das letras pode ser regulada e isso é um grande ponto positivo do produto. Ele oferece ao leitor a possiblidade de personalizar a leitura.

Como todo e-reader, a bateria é algo com que o consumidor nem precisa se preocupar. Segundo análise do INFOlab, uma carga oferece autonomia para até 18 horas de uso intenso. O teste foi feito virando páginas repetidamente com Wi-Fi ligado e extrapolando o consumo energético obtido em algumas horas de uso. Por isso, a bateria deve durar mais do que isso no dia a dia, a menos que você consiga ler tão rápido quanto o Johnny 5, de Um robô em curto-cirtuito 2 (1988).
 

O sistema não é um exemplo de estabilidade. O gadget desligou por três vezes durante os testes de usabilidade. Fora isso, o navegador de internet funciona de forma lenta, deixando claro que só serve para emergências – afinal, a bateria do e-reader vai durar mais que a do seu smartphone, não importa de qual marca ou modelo ele seja. Outro problema constatado é que a digitação não oferece uma boa experiência ao usuário. A detecção das letras é imprecisa. Vale ressaltar que estes são problemas que podem ser resolvidos com atualizações de software.

No momento de avaliar se o Kobo Aura H2O vale ou não a pena, o consumidor precisa estar ciente de que há versões mais baratas no mercado e que contam com sistemas mais maduros e estáveis, como o Kindle Paperwhite. O produto da Amazon é vendido por menos de 500 reais no Brasil, tem retroiluminação e ainda conta com o recurso chamado X-Ray, um serviço oferecido pela livraria americana que consiste em dar ao leitor um histórico dos personagens ao clicar sobre seus respectivos nomes (apesar não ser algo presente em todos os títulos).

Por outro lado, nenhum outro e-reader disponível no Brasil é resistente à água. Se você, por algum motivo, tiver a necessidade de um leitor eletrônico resistente à água, este é o melhor que você pode comprar.

Ficha técnica

Tela 6,8” (1 430 por 1 080 pixels)
Processador 1 GHz
Armazenamento 4 GB (ou 3 mil livros)
Conexão Wi-Fi N
Conector microUSB
Dimensões 17,9 x 12,9 x 0,97 cm
Bateria 18 horas

Avaliação técnica

Prós Tela de alta resolução; resistência à água; Compatível com arquivos PDF e e-Pub
Contras Sistema instável; Preço alto
Conclusão Leitor digital de nicho com boa qualidade geral. Atualizações de software podem corrigir problemas no futuro
Compatibilidade 8.0
Usabilidade 8.3
Configuração 9
Bateria 6.5
Design 8.2
Extras 8.1
Média 8.0
Preço R$ 799