iPhone 4 é homologado e tem venda liberada no Brasil

Certificado de homologação do aparelho foi emitido nesta segunda-feira (23), segundo Anatel

São Paulo – A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) concluiu nesta segunda-feira (23) o processo de homologação do iPhone 4, da Apple. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, a partir desta manhã, o aparelho pode operar no Brasil, ficando a cargo apenas da fabricante e das operadoras de telefonia locais definir o início das vendas do produto.

O certificado de homologação é necessário para qualquer produto que utilize redes de telecomunicação no Brasil, de modo a garantir que ele está dentro dos padrões adotados no país. O comércio e até o uso de um equipamento não homologado pela Anatel prevê apreensão e multa de acordo com resolução do órgão. Na semana passada, a Anatel já havia homologado três baterias de lítio compatíveis com o iPhone 4, o que gerou a expectativa de que a liberação do aparelho propriamente dito estava próxima.

Apesar da homologação, a Apple ainda não tem uma previsão do início das vendas do iPhone 4 no Brasil. Procuradas pela reportagem do site EXAME, as assessorias de imprensa das operadoras Vivo, Claro, Oi e TIM também não informaram uma data para o lançamento do aparelho no país. A TIM falou que a comercialização do aparelho ocorrerá “em breve”, enquanto a Oi anunciou que as vendas começam “nos próximos meses”.

Considerado o smartphone mais fino do mundo, o iPhone 4 foi apresentado nos Estados Unidos no mês de junho. Na ocasião, o presidente-executivo da empresa, Steve Jobs, disse que pretendia levar o produto para 88 países até o mês de setembro. Apesar do sucesso alcançado, com mais de três milhões de unidades vendidas apenas nas três primeiras semanas, o iPhone 4 é alvo de críticas conta de um suposto problema de design que prejudicaria a recepção do sinal de telefonia celular dependendo da maneira como é segurado.

O comportamento do celular seria consequência do contato da mão do usuário na antena do aparelho. A Apple acabou reconhecendo a falha e anunciou a distribuição gratuita para os clientes de uma capinha de borracha que resolveria o problema.

Leia outras notícias sobre a Apple

Siga as notícias de Tecnologia do site EXAME no Twitter