Grandes nomes do futebol prestam homenagem a Di Stéfano nas redes sociais

A morte do ex-craque Alfredo Di Stéfano, que estava internado em estado grave após sofrer uma parada cardíaca no sábado, rendeu homenagens na web

A morte do ex-craque Alfredo Di Stéfano, que estava internado em estado grave após sofrer uma parada cardíaca no sábado, rendeu homenagens de importantes nomes do esporte pelas redes sociais nesta segunda-feira.

Eleito o melhor jogador do mundo na última temporada e atual ídolo do Real Madrid, clube pelo qual o argentino fez história nas décadas de 1950 e 1960, o português Cristiano Ronaldo se manifestou pelo Twitter.

“Don Alfredo nos deixa, mas sua memória ficará para sempre em nossos corações. Lendas nunca morrem. Obrigado por tudo, Mestre. #EternoAlfredo”, disse o jogador. O camisa 7 é o quarto maior artilheiro do clube, com 252 gols, 56 a menos que Di Stéfano, segundo jogador que mais balançou as redes pelo Real Madrid.

Principal jogador do rival Barcelona e também da seleção argentina, o atacante Lionel Messi usou o Facebook para publicar uma mensagem em homenagem ao ex-jogador argentino e confortar os familiares.

“O mundo perdeu uma lenda hoje, Don Alfredo Di Stéfano. Uma pessoa incrível dentro e fora do campo. Meus sentimentos à familia e aos amigos”, publicou.

Considerado por muitos como o melhor jogador que existiu antes de Pelé estourar no Santos e na seleção brasileira, Di Stéfano também foi lembrado pelo “Rei do futebol” nesta segunda.

“Fico muito triste em saber da morte do grande Alfredo Di Stéfano”, escreveu Pelé, no Twitter. De luto, o brasileiro também divulgou uma foto, em preto e branco, em que aparece ao lado do argentino.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, usou a mesma rede social para se expressar. Segundo o mandatário da entidade máxima do futebol, o ex-atacante foi o melhor jogador que já viu jogar.

“Muito triste pela morte de Di Stéfano. Meu jogador favorito, o mais completo que já vi. Uma lenda se foi”, publicou o dirigente nesta segunda-feira.

Apesar de ter nascido na Argentina, Di Stéfano pouco atuou pela seleção nacional de seu país natal e também defendeu a Colômbia e a Espanha. Mesmo assim, com uma carreira consagrada, é considerado um dos maiores ídolos da história do futebol argentino, assim como Diego Maradona, que postou uma mensagem de despedida pelo Facebook com uma foto dos dois juntos e sorridentes.

Outro grande nome do futebol, que também defendeu o Real Madrid, o ex-meia português Luis Figo lamentou a morte do ex-jogador por intermédio do twitter.

“Foi-se um amigo! Descanse em paz! Sempre será eterno! Minhas condolências à sua familia”, escreveu o jogador, que se aposentou em 2009, na Inter de Milão.

Zagueiro da seleção espanhola e do clube madridista, Sergio Ramos lembrou o contato que teve com Di Stéfano nos últimos anos e lamentou a morte pelo Twitter.

“Descanse em paz, Don Alfredo di Stéfano. Nunca me esquecerei dos momentos que compartilhamos com uma lenda do futebol. Meus profundos pêsames para toda a sua família”, disse o jogador.

Ex-centroavante do clube e atualmente no Napoli, assim ocmo na seleção argentina, Gonzalo Higuaín escreveu uma mensagem de apoio à família do ídolo pelo Twitter.

“Meus pêsames à família Di Stéfano. Um gigante nos deixou, muito obrigado por tudo”, disse o jogador, que enfrentará a Holanda em uma das semifinais da Copa do Mundo nesta quarta-feira.

Outro argentino, ex-jogador, que se destacou como treinador na última temporada no comando do Atlético de Madrid, Diego Simeone também recorreu ao Twitter para divulgar uma mensagem sobre o ex-craque.

“Perdemos Don Alfredo, um dos gigantes do futebol mundial, Adeus, mestre. Que nunca te falte uma bola aí em cima”, declarou o técnico.

No site oficial do Real Madrid há uma galeria especial com informações sobre o ídolo do clube. Em destaque na página está publicado o texto: “Faleceu Alfredo Di Stéfano, o melhor jogador de todos os tempos”.