Serviço de entregas com drones do Google estreia em 2017

Aparelhos poderão realizar entregas de pequenas encomendas em cerca de 30 minutos

São Paulo – O Google anunciou nesta semana que o serviço de entregas com drones fará sua estreia em 2017. A ideia é levar produtos aos consumidores em menos de 30 minutos.

O anúncio foi feito por David Vos, líder do Project Wing, nome que o Google dá ao seu programa de entregas pelos ares. Neste ano, a empresa realizou testes na Austrália que foram considerados bem-sucedidos.

Os drones terão capacidade de entregar somente pequenas encomendas. O peso máximo que os aparelhos podem suportar é de 2,3 kgs. Para deixar os pacotes nas casas dos clientes, os drones poderão pairar enquanto baixam as encomendas com uma espécie de guincho.

Como lembra a BBC, o Google revelou o Project Wing em 2014, ainda em sua divisão de pesquisas chamada Google X. Agora, entretanto, o projeto deve passar para o controle da Alphabet – que também é dona do Google

O serviço de entregas com drones pode ser o primeiro a chegar ao mercado, deixando para trás outras companhias que já demonstraram interesse em atuar nesse segmento, como a Amazon e o Walmart.

Entretanto, o Google não revelou a quais países vai levar seu serviço de entregas e, como indica o The Next Web, terá que provar a viabilidade de seu projeto às autoridades americanas se quiser usar drones comercialmente em seu país de origem.

O vídeo abaixo mostra um exemplo de como funcionará o serviço de entrega com drones do gigante das buscas online.