Este app resume livros em texto e áudio para poupar seu tempo

Resumos de livros de não ficção podem ser ouvidos ou lidos em pouco mais de 10 minutos

São Paulo — Já pensou se você pudesse ler até 5 livros por semana? Feitos para quem não tem tempo para sentar a apreciar a leitura de um bom livro, os microlivros em aplicativos chegaram ao Brasil no segundo semestre do ano passado. Com áudios e resumos em texto de duração média de 12 minutos, o app chamado 12Minutos já tem hoje um acervo de 200 títulos, que podem ser acessados pela web ou por smartphones Android e iPhones.

No exterior, opções como o alemão Blinkist colocaram o modelo no mapa: resumos dos principais pontos de best-sellers de negócios e desenvolvimento pessoal oferecidos em texto ou em áudio mediante assinatura mensal ou anual.

Em vez de levar horas para absorver o conteúdo dos livros, os usuários de apps como o 12Minutos podem fazer isso em uma breve pausa. Como o nome diz, em pouco mais de 10 minutos, você ouve um resumo das mensagens centrais que as obras tentam passar aos seus leitores. Sendo assinante do aplicativo, é possível entender no tempo do intervalo de um jogo de futebol os principais pontos de extensos livros, como o best-seller “Como fazer amigos e influenciar pessoas”, de Dale Carnegie, que tem 336 páginas.

No 12Minutos, os usuários ouvem mais do que leem. Segundo dados da própria empresa, 60% do público prefere os microaudiolivros aos textos de resumo.

Um recurso interessante no aplicativo brasileiro é a possibilidade de salvar os microlivros no seu smartphone para que seja possível apreciar a leitura ou audição mesmo quando você estiver longe de uma rede Wi-Fi conhecida, ou no transporte coletivo.

Como surgiu o 12Minutos

O app surgiu a partir da iniciativa de Diego Gomes, cofundador da agência de marketing de conteúdo Rock Content, em parceria com sua esposa, Larissa Cabral. O aplicativo não era planejado. Gomes conta que tinha o hábito de ler muitos livros sobre negócios e fazer diversas anotações, breves resumos de seus conteúdos.

Em um dado momento, ele se viu diante de uma grande quantidade de textos e decidiu que iria transformá-los em um serviço. Os primeiros 50 microlivros foram criados por Gomes e editados por Cabral.

Isso, que aconteceu há dois anos, levou ao lançamento do aplicativo 12Minutos em agosto de 2016. Inicialmente, havia apenas uma versão web. Em janeiro, ele ganhou versões para smartphones e também o recurso de ouvir os resumos narrados por narradores profissionais–que funciona só nos apps móveis.

“O processo de criação de conteúdo hoje é baseado nos pedidos dos usuários. Eles podem votar nos títulos desejados. Há mais de 2 mil para fazer. Devemos fechar o ano com 400 livros em áudio e texto”, declarou Gomes, em entrevista a EXAME.com.

Concorrência

Em português, os aplicativos de audiolivros e livros em geral são escassos. Nesse mercado de sumarização de conteúdo, o app 12Minutos se encontra sozinho atualmente. Uma opção gratuita a ele é o podcast Resumocast, que traz os principais pontos de livros de negócios em áudios de 30 minutos.

Em livros narrados, temos o Ubook e o Toca Livros. Como são mais generalistas, eles não são focados apenas em obras de não ficção, como negócios, economia, carreira, psicologia ou finanças pessoais. O porém é que os livros podem tomar muito mais tempo para serem concluídos. Um romance, por exemplo, pode levar 10 horas de audição.

Mundialmente, o principal rival é o Blinkist. Porém, seu acervo ainda não conta com opções em português, apesar de ter um vasto acervo de obras resumidas e narradas em inglês.