Espanhol é preso com 846 mil vídeos pedófilos e manual de abuso

Espanhol foi detido com coleção de 846.500 arquivos com conteúdo pedófilo e um manual com conselhos para procurar crianças e técnicas para abusar delas

Um espanhol foi detido por agentes da Guarda Civil com uma coleção de 846.500 arquivos de vídeos e imagens com conteúdo pedófilo e um manual de 170 páginas com conselhos para procurar crianças e técnicas para abusar delas sem ser detectado.

O detido, acusado de crimes de posse e distribuição de pornografia infantil na internet, morava em Madri, informou nesta quarta-feira o corpo de segurança.

Nos arquivos que o detido colecionava apareciam menores de idade, muitos deles abaixo dos 13 anos, vítimas de violência física e sexual, assim como mantendo práticas sexuais de zoofilia e sadomasoquismo.

Segundo a Guarda Civil, a investigação começou por causa de uma informação remetida pelo Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos (Homeland Security) na qual se avisava que algum internauta espanhol estava trocando por e-mail vídeos e fotos de menores de 13 anos sofrendo abusos, humilhações e violações.

Após identificar o suspeito, a Guarda Civil registrou suas casas de Madri e Valladolid (norte), nos quais intervieram diversos computadores com conteúdo pedófilo, vários discos rígidos, um computador portátil e uma coleção organizada de 68 DVDs.

Grande parte desses arquivos eram trocados e compartilhados com outros usuários através de contas de e-mail e diversas páginas e fóruns particulares da internet, todos eles de temática pedófila, segundo a Guarda Civil.