ESA encomenda 2º módulo de serviço para nave Orion

O modulo de serviço é um elemento-chave da Orion, a nova geração de naves que pretende transportar astronautas ao espaço profundo

Berlim – A empresa Airbus Defence and Space assinou nesta quinta-feira um contrato de 200 milhões de euros com a Agência Espacial Europeia (ESA) para a fabricação de um segundo módulo europeu de serviço para a propulsão da nave Orion, da Nasa.

O acordo foi assinado em Bremen, onde a Airbus Defence and Space iniciou em maio do ano passado a montagem de um primeiro módulo também encomendado pela ESA.

O modulo de serviço, explicou a empresa em comunicado, é um elemento-chave da Orion, a nova geração de naves que pretende transportar astronautas ao espaço profundo – além da influência gravitacional da Terra e da Lua.

Situado sob o módulo da tripulação, fornecerá propulsão, potência e controle térmico à nave e proporcionará água e oxigênio aos astronautas.

Airbus Defence and Space mostrou satisfação por continuar a apoiar uma missão pioneira da Nasa e destacou a confiança depositada na empresa pela agência americana e pela ESA, assim como pela parceira industrial Lockheed Martin Space Systems.

O módulo conta com mais de 20 mil partes e componentes, que vão de equipamentos elétricos para os motores a painéis solares ou tanques para propelentes, além de centenas de metros de cabos e canos. A empresa prevê começar a montagem deste segundo módulo em meados de ano que vem.

A cápsula Orion realizou seu primeiro voo de teste não-tripulado ao espaço em 2014 e o segundo, denominado Exploration Mission-1, está previsto para 2018, já com o módulo europeu.

Será um voo não tripulado mais de 64 mil quilômetros além da Lua, que partirá do Centro Espacial Kennedy da Flórida, nos Estados Unidos, e se prolongará por cerca de 20 dias.

A primeira missão tripulada, com quatro astronautas e chamada Exploration Mission-2, está prevista para 2021. A cápsula Orion abrirá o caminho para a exploração de novos destinos no espaço, como um asteroide ou o planeta Marte, e é considerada uma nova era na exploração espacial.

O módulo de serviço europeu é um cilindro de aproximadamente quatro metros de diâmetro e altura que pesa pouco mais de 13 toneladas.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s