Empresa traz ao país vidro que escurece ao toque de um botão

Criação de startup israelense, nova tecnologia interfere na organização molecular do vidro para bloquear a passagem de luz em diferentes níveis

São Paulo – Quem já acordou com o sol no rosto sabe o quanto é chato ter de levantar e abaixar a persiana. Porém, em breve, este trabalho pode não ser mais necessário. Tudo graças a uma nova tecnologia criada em Israel.

Batizada de Smart Blinds (algo como persianas inteligentes, em português), a novidade consiste numa película de cristal líquido.

Aplicada sobre o vidro, ela é capaz de bloquear a passagem de luz em diferentes níveis quando acionada por um controle remoto.

“Basicamente, o que a tecnologia faz é mudar o estado molecular do vidro”, afirmou em entrevista á EXAME.com Eyal Peso, presidente e co-fundador da startup Gauzy.

Na prática

//www.youtube.com/embed/mrQlW1oRUns

De acordo com Peso, o que a nova tecnologia faz na prática é reorganizar a localização das moléculas do vidro na qual é aplicada.

“Com o impulso eletromagnético, as moléculas trocam de posição – permitindo maior ou menor passagem de luz”, afirma ele.

Em Israel, estabelecimentos como o Hotel Ritz-Carlton de Tel Aviv já usam a novidade em divisórias que separam quartos de banheiros.

Segundo Peso, escurecer vitrines para projeção de imagens e revelar o que há dentro de uma geladeira sem que ela precise ser aberta (o que economiza energia) são algumas das aplicações possíveis da tecnologia.

“Para o futuro, estamos planejando várias novos usos e aprimoramentos com o mesmo princípio do Smart Blinds”, afirmou Peso. É esperar para ver.