Desvalorizado, Digg é vendido por 500 mil dólares

Desde sua criação, plataforma de compartilhamento de notícias recebeu mais de 40 milhões de dólares em investimentos

São Paulo – O Digg, serviço de compartilhamento de notícias, chegou a ser avaliado em 175 milhões de dólares e é considerado um precursor da chamada “web 2.0”. Oito anos após ser lançado, contudo, o site foi vendido para a companhia nova-iorquina Betaworks por 500.000 dólares, valor considerado baixo no mercado de tecnologia americano e que indica a desvalorização no serviço.

Desde sua criação, foram investidos cerca de 45 milhões de dólares na plataforma. Segundo a própria empresa, o serviço conta com mais de 16 milhões de usuários únicos por mês, mas vem perdendo espaço para sites similares, caso do Slashdot e Reddit.

Em comunicado, a empresa Betaworks justificou a aquisição: “O Digg é uma das mais importantes marcas na internet e tem sido útil para milhares de usuários nos últimos anos. Estamos transformando a companhia novamente em uma startpup e vamos integrá-la a outros serviços desenvolvidos pela nossa equipe.”

A repercussão do Digg na primeira década dos anos 2000 foi tão significativa que, em 2006, Kevin Rose, seu fundador, foi capa da revista BusinessWeek, apontado como umas das mais importantes personalidades do Vale do Silício. Na época, o serviço aparecia entre os 24 sites mais acessados dos Estados Unidos.