Conversível da Mercedes vai de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos

O superesportivo SLS AMG Roadster, exibido pela Mercedes-Benz em Frankfurt, é um dos carros fabricados em série mais velozes do mundo

São Paulo — A Mercedes-Benz tirou a capota do seu superesportivo SLS AMG e colocou portas normais nele (a versão com capota tem portas em asa, que se abrem para cima). O resultado é o novo modelo SLS AMG Roadster, que vem atraindo olhares admirados no Salão Internacional do Automóvel (IAA na sigla em alemão), em Frankfurt.

Com a remoção da capota, a Mercedes-Benz precisou reforçar a estrutura do carro. Mas, graças ao uso de materiais leves, como alumínio aeronáutico e fibra de carbono, o ganho de peso foi de apenas 40 kg. A carga extra é desprezível para o gigantesco motor V8 de 6,3 litros e 571 cavalos de potência. O carro acelera de 0 a 100 km/h em meros 3,8 segundos e atinge até 315 km/h, segundo o fabricante.

Dentro, há um painel de instrumentos completíssimo e todos os itens de conforto e auxílio ao motorista que se podem encontrar num automóvel de alto luxo. Para quem quiser encomendar um, o SLS AMG Roadster custa, na Europa, o equivalente a 500 mil reais. As entregas começam em novembro.