Cocriador do desafio do balde de gelo morre afogado

Segundo o The Independent, o acidente aconteceu quando ele mergulhou de um cais que serve como um local popular de mergulho para os moradores locais

Um filantropo chamado Corey Griffin, um dos responsáveis para que o “desafio do balde de gelo” viralizasse nas redes sociais, morreu afogado no último sábado (16) aos 27 anos em um acidente de mergulho em Massachusetts, nos EUA.

Segundo o The Independent, o acidente aconteceu quando ele mergulhou de um cais que serve como um local popular de mergulho para os moradores locais, ressurgindo uma vez antes de desaparecer de volta na água e se afogar.

De acordo com seu pai em um obituário publicado pelo Boston Globe, Griffin “ajudou a transformar o ‘desafio balde de gelo para a ALS’ em uma sensação de angariação de fundos depois que seu amigo Pete Frates foi diagnosticado”. Griffin teria arrecadado 100 mil em uma campanha poucas horas antes de sua morte, com o desafio do balde de gelo tendo sido um dos assuntos mais comentados nas redes sociais nos últimos dias.

A ação, até agora, já levantou US$ 22,9 milhões em ajuda para a esclerose lateral amiotrófica (ALS). Grandes nomes da Tecnologia, como Bill Gates, Mark Zuckerberg e Tim Cook já participaram do desafio, que também virou febre entre personalidades brasileiras.

O desafio consiste em jogar um balde de água com pedras de gelo em cima da própria cabeça, e surgiu como forma de conscientização sobre a doença Esclerose Lateral Amiotrófica (ALS, na sigla em inglês, e ELA, na sigla em português). Todo participante também deve doar uma quantia para a causa e nomear três pessoas para fazerem o mesmo.