Cinco mudanças radicais do Instagram em 2016

O Instagram mudou bastante nos últimos tempos. Relembre o que aconteceu com o app

São Paulo – Desde seu lançamento em 2010, o Instagram nunca ganhou tantos recursos novos quanto no ano de 2016. O aplicativo mudou para bater de frente com o Snapchat, o popular app de fotos e vídeos que desaparecem.

No total, o Instagram tem mais de 500 milhões de usuários ativos mensalmente, ou seja, metade do público do WhatsApp no mundo. O Brasil é indicado pela própria atualmente como a maior comunidade do app fora dos Estados Unidos, com 35 milhões de usuários ativos.

Segundo a empresa, os brasileiros são “extremamente criativos”. “Vemos contas de surf ou de humor, pessoas lutando por causas pelas quais são apaixonadas ou jovens soltando suas vozes no Instagram no Brasil”, informou a companhia, em nota a EXAME.com.

Um estudo interno da empresa realizado com Instagrammers mostra que os brasileiros acessam o Instagram, em média, nove vezes por dia e 51% deles disseram que não podem imaginar passar um dia sem usar o aplicativo.Os brasileiros amam o Instagram e a recíproca é verdadeira”, de acordo com o Instagram Brasil.

Confira a seguir as principais mudanças pelas quais o app passou ao longo de 2016.  

Novo logotipo

O visual retrô do logotipo do Instagram ficou no passado. No lugar dele, a empresa optou por um design mais moderno e um tanto psicodélico. Não foi só o app principal que mudou. Boomerang, Layout e Hyperlapse também passaram por uma reformulação de identidade visual.

Com a mudança, o Instagram deixa 2016 marcado como o ano da estreia do terceiro logotipo oficial da empresa.

“Nosso visual atualizado reflete o quanto o compartilhamento de novas histórias se tornou vibrante e diverso”, informou a companhia.

Perfis para empresas

Em 2016, finalmente o Instagram lançou um recurso que permite a criação de perfis totalmente dedicados a lojas. No kit de ferramentas corporativas do aplicativo, chamado Business Tools, as marcas têm dados sobre suas publicações, como alcance, cliques e impressões.

É preciso ter ao menos 100 seguidores na rede social fotográfica para solicitar o perfil corporativo. A criação desse tipo de perfil é grátis.

Zoom em fotos

Uma das maiores inconveniências do Instagram foi resolvida em uma atualização do aplicativo neste ano. Os usuários ganharam a possibilidade de usar zoom em fotos publicadas na rede social. O recurso era aclamado pela comunidade, mas foi liberado somente neste ano.

No Instagram, somos muito cuidadosos a cada passo que damos. Então, levamos o tempo necessário para criar algo novo, realizar testes e ouvir a percepção da comunidade antes de lançarmos uma novidade a todos os usuários”, de acordo com o Instagram Brasil.  

Instagram Stories e conteúdos efêmeros

A mudança mais representativa do novo foco do Instagram foi o lançamento do Instagram Stories. Essa nova seção dentro do aplicativo permite o compartilhamento de conteúdos efêmeros, sejam fotos ou vídeos curtos. Assim como no Snapchat, o que você publicar lá desaparece após 24 horas.

Com esse recurso, o Instagram atraiu 100 milhões de usuários ativos diariamente. O Snapchat atualmente tem 150 milhões de usuários ativos em seu app por dia.

A empresa informou que a ideia do Stories é oferecer mais formas de compartilhar imagens. “Em termos de conteúdos efêmeros, a comunidade nos contou que gostaria de mais flexibilidade – uma maneira leve de compartilhar momentos do cotidiano de suas vidas”, segundo o Instagram.

Dentro do Stories, aliás, você pode gravar vídeos curtos que se repetem, como acontece com o aplicativo Boomerang (também do Instagram).

Outra novidade de conteúdos que desaparecem foi implementada também no Instagram Direct, a seção de mensagens do aplicativo. Textos e imagens trocadas por meio da ferramenta de bate-papo do app poderão sumir instantes após a visualização pelo destinatário.

Vídeos ao vivo

Assim como no Facebook, alguns usuários já podem realizar transmissões de vídeo ao vivo no Instagram. Essa é mais uma das formas por meio das quais você pode se comunicar com o seu público na plataforma de imagens.

Sobre o recurso, o Instagram ressalta que as pessoas não precisam necessariamente seguir seus amigos no Instagram, mas, sim, quem ou o que os inspira, não importa se são animais de estimação, moda, esportes radicais ou qualquer outra coisa.