China bloqueia site da Alphabet, nova empresa dona do Google

País tem relações cortadas com a empresa americana

O site da Alphabet, holding criada para englobar o Google e outras empresas, está bloqueado na China, segundo denunciou nesta terça-feira (11) o portal Greatfire.org, que segue constantemente os movimentos da censura chinesa na internet.

O anúncio da última segunda-feira (10) sobre a reorganização empresarial do Google veio acompanhado do lançamento de um site para a nova matriz, que foi rapidamente bloqueado pelas autoridades chinesas.

Pequim também censura o Google e outras páginas associadas, como seus serviços de correio ou de mapas, desde que a empresa americana e o governo chinês romperam as negociações sobre os termos nos quais deveria operar no país.

Outras plataformas ocidentais como Facebook, Twitter e YouTube são inacessíveis na China, a não ser com o uso de redes privadas virtuais (VPN) ou ferramentas que permitem que os internautas ocultem seu endereço IP para navegar como se estivessem em outro país.