Brasil alcança 5,37 milhões de portabilidades numéricas em 2011

Volume de migrações entre operadoras, nos quais os clientes levam consigo seus números telefônicos, supera em 38,90% a marca 3,28 milhões registrada em 2009

São Paulo – O Brasil registrou 5,37 milhões de pedidos de portabilidade numérica para linhas fixas e móveis ao longo de 2011, um crescimento de 18,37%. Este volume de migrações entre operadoras, nos quais os clientes levam consigo seus números telefônicos, supera em 38,90% a marca 3,28 milhões de solicitações de portabilidade registrada em 2009.

A informação da Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABR Telecom), entidade que administra a portabilidade numérica no país, demonstra que os brasileiros estão cada vez mais acostumados com o benefício.

Com maior quantidade de clientes, a telefonia móvel é responsável por 3,38 milhões de números portados, ou seja, 63% das migrações realizadas no país; enquanto o serviço fixo responde por 1,99 milhão ou 37% dos pedidos de portabilidade numérica.

Durante o quarto trimestre, a ABR Telecom apurou 1,27 milhão de transferências de números telefônicos entre operadoras brasileiras. Entretanto, o trimestre com maior volume de migrações em 2011foi o terceiro, com 1,51 milhão de portabilidades numéricas efetivadas.

No consolidado, desde setembro de 2008, mês no qual a portabilidade numérica foi autorizada no Brasil, foram efetivadas mais de 13,31 milhões de migrações. Destas, 8,81 milhões de números móveis e 4,50 milhões de linhas fixas.