Dólar R$ 3,27 -0,54%
Euro R$ 3,65 0,07%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,36% 64.085 pts
Pontos 64.085
Variação 1,36%
Maior Alta 4,89% RADL3
Maior Baixa -6,09% JBSS3
Última atualização 26/05/2017 - 17:20 FONTE

Bilionários doam US$ 20 mi para proteger humanidade de robôs

Fundadores do LinkedIn e do eBay deram US$ 10 mi cada um para um fundo que financia pesquisas de ética e responsabilidade no desenvolvimento de IA

São Paulo – Fundadores do eBay e do LinkedIn estão doando 20 milhões de dólares para proteger a sociedade de eventuais ameaças de robôs e inteligência artificial.

Reid Hoffman, um dos fundadores do LinkedIn, e Pierre Omidyar, fundador do eBay, doaram, cada um, 10 milhões de dólares ao Fundo de Ética e Governança de Inteligência Artificial.

O fundo irá repassar o dinheiro a cientistas que trabalhem em pesquisas relacionadas ao campo de ética e prevenção de ameaças vindas de robôs e IA.

Apesar de parecer assunto de ficção científica, o assunto já foi abordado de forma séria. Entre aqueles que alertam contra possíveis ameaças de robôs estão o físico Stephen Hawking e Elon Musk, fundador da Tesla e SpaceX.

Além das duas doações, o grupo ainda recebeu mais 5 milhões de dólares da Knight Foundation, um milhão de dólares da William and Flora Hewlett Foundation (criada por um dos fundadores da HP) e outro milhão de dólares doado por Jim Pallotta, fundador do Raptor Group.

Todos os 27 milhões de dólares serão administrados por uma parceria entre o Media Lab, órgão do MIT, e pelo Berkman Klein Center for Internet and Society, centro social de Harvard.

“Decisões tomadas por inteligência artificial podem influenciar muitos aspectos de nosso mundo—educação, transporte, saúde, justiça e economia—apesar de os dados por trás dessas decisões serem invisíveis”, disse Hoffman.

O dinheiro não tem destino certo, por ora. Ele deve ser aplicado em pesquisas relacionadas a ética e responsabilidade no desenvolvimento de inteligência artificial.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Lissandro Bassani

    doaram 0,0x % de seu capital para a pesquisa…