Assinantes de televisão paga chegam a 18,7 mi, diz Anatel

A cada cem domicílios, 28,72 tinham o serviço ao final do mês passado

Brasília – O Brasil encerrou maio com 18,761 milhões de assinantes de televisão paga, informou nesta sexta-feira, 27, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Considerando esse total, de cada cem domicílios, 28,72 tinham o serviço ao final do mês passado.

Para calcular esse índice, a Anatel considera o total de assinaturas e o número de domicílios estimado a partir de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ao final de abril, eram 18,576 milhões de assinantes.

São Paulo foi o estado com o maior número de assinaturas da TV paga ao final de maio, com 7,161 milhões de acessos. Isso significa que de cada grupo de cem domicílios paulistas, 48,84 têm televisão por assinatura.

Roraima, por sua vez, registrou 21.647 acessos ao final de maio, o que representa uma densidade de 15,69 assinaturas a cada cem domicílios.

O topo do ranking de densidade foi ocupado pelo Distrito Federal, onde havia 486.127 assinaturas ao final do mês passado, representando 54,82 acessos para cada cem lares.

O Piauí, com 72.791 acessos, terminou maio com densidade de 7,75 acessos à TV paga a cada cem domicílios.

Por tecnologia, os serviços por satélite (Serviço de Distribuição de Sinais de Televisão e de Áudio por Assinatura Via Satélite – DTH) lideraram, com 61,99% do mercado, ou seja, 11,629 milhões de assinaturas.

O serviço de TV a cabo (TVC) ficou em segundo lugar, com 7,113 milhões de acessos, representando 37,92% do total.

Na divisão de mercado, a liderança ficou com o grupo Telmex (Claro/Embratel/NET), com 10,035 milhões de acessos (53,49% do total). A segunda posição foi ocupada pela SKY/DirecTV, com 5,578 milhões de assinantes (29,74% do mercado).

A Oi ficou em terceiro lugar, com 863.088 (4,6%). São citados também Vivendi (GVT), Telefônica, Big Brasil, Algar (CTBC Telecom), NossaTV, Cabo, Prefeitura de Londrina/Copel e “outros”.