As senhas mais comuns de 2016 – veja se a sua é uma delas

Se você tem o costume de usar combinações como “123456” e “666666”, está na hora de ser mais criativo

Todo mundo está cansado de saber: as senhas devem ser fortes e, se possível, não ter relação com a vida pessoal (data de nascimento ou nome do bichinho de estimação e parentes, por exemplo).

Mas, mesmo com todas as recomendações, ainda tem gente que insiste escolher combinações óbvias para proteger e-mails, redes sociais e até para contas no banco.

Uma pesquisa, realizada todos os anos por uma empresa de segurança digital, revelou uma lista das senhas mais usadas em 2016. O estudo levou em consideração 10 milhões de combinações vazadas em violações de dados e descobriu que as mais populares incluem variações de “123456” e palavras como “senha’ e “google” [veja lista abaixo].

Top 25 das senhas mais comuns

  • 123456
  • 123456789
  • qwerty
  • 12345678
  • 111111
  • 1234567890
  • 1234567
  • password
  • 123123
  • 987654321
  • qwertyuiop
  • mynoob
  • 123321
  • 666666
  • 18atcskd2w
  • 7777777
  • 1q2w3e4r
  • 654321
  • 555555
  • 3rjs1la7qe
  • google
  • 1q2w3e4r5t
  • 123qwe
  • zxcvbnm
  • 1q2w3e

Em 2015, a lista das senhas mais usadas incluía “starwars”, “macaco” e “futebol”. Vale lembrar que a partir de e-mails e redes sociais, é possível descobrir muitas coisas a seu respeito – dados pessoais e financeiros e até locais que frequenta. É por isso que o resultado preocupa. “Embora os usuários estejam cientes dos riscos, parte considerável deles nunca vai se esforçar para se proteger”, afirma a empresa em nota de divulgação.

A pesquisa alerta também para senhas sequenciais de seis caracteres, que podem ser descobertos em questão de segundos por softwares de cracking. O mesmo vale para os aleatórios, como “18atcskd2w” e “3rjs1la7qe”.

Para se proteger contra hackers, algumas dicas:

– crie senhas com variedade de números, letras (com maiúsculas e minúsculas) e símbolos.

– não reutilize senhas antigas.

– use sentenças que podem virar siglas. Ex.: “Paguei 20 reais no CD do Bon Jovi”, que se transforma em “P20R$nCDdBJ”

– recorra a geradores de senhas, que sorteiam caracteres com base em informações fornecidas pelo usuário

Texto publicado originalmente no portal Superinteressante.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Quando se trata de criar senhas seguras os geradores de senhas realmente são uma ótima ferramenta de auxílio. Eu mesmo sempre uso este aqui http://www.geradordesenha.com