Apple deve seguir passos da Samsung em iPhone 8

Smartphone deve ganhar uma série de novidades de hardware, incluindo algumas similarmente presentes no Galaxy S8

São Paulo – O iPhone 8 pode ganhar um recurso que já está presente no Galaxy S8, da Samsung: reconhecimento facial para desbloquear a tela.

O recurso já foi tema de diversas reportagens que citam fontes próximas à cadeia produtiva da Apple. A mais recente é da Bloomberg e informa que o iPhone 8 terá um sensor de profundidade (ou seja, analisa imagens tridimensionalmente) para identificar o seu rosto e desbloquear o aparelho em milissegundos—mesmo se ele estiver colocado sobre uma mesa plana.

A diferença com relação a outras formas de autenticação disponíveis no mercado atual é que o sensor de profundidade não seria facilmente enganado por uma foto do dono. No caso do Galaxy S8, pesquisadores conseguiram usar esse procedimento para burlar o reconhecimento facial.

Não está claro se a Apple planeja substituir inteiramente o sensor de impressões digitais pela tecnologia de reconhecimento facial nesse próximo iPhone, que deve ser apresentado oficialmente em setembro.

Porém, vale lembrar que a Apple comprou uma empresa do ramo de reconhecimento facial em fevereiro deste ano, o que reforçou os rumores relacionados à chegada dessa tecnologia ao principal produto da companhia.

A reportagem da Bloomberg também informa sobre os mesmos rumores que já circulam na imprensa internacional nas últimas semanas sobre o iPhone 8: ele terá um chip de 10 nanômetros (distância entre transistores), um chip dedicado para a inteligência artificial e uma tela com tecnologia OLED—também já adotada similarmente pela concorrência há anos. Fora isso, o display deve ocupar praticamente toda a parte frontal do aparelho, de maneira a oferecer uma tela grande em um corpo tão pequeno quanto possível no momento.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Parece que o jogo virou, não é mesmo?