Após terremoto e tsunami, japoneses se comunicam pelo Twitter

O Twitter vem sendo intensamente usado pelos japoneses para manter contato com a família após o terremoto que devastou várias regiões do país na sexta-feira

São Paulo — O terremoto seguido de tsunami que atingiu grande parte do território do Japão na sexta-feira comprometeu a distribuição de energia e a rede telefônica em várias cidades do país. Para manter contato com a família, muitos japoneses adotaram como principal meio de comunicação o Twitter. 

A ação da população na rede foi imediata e intensa. Uma hora após o terremoto, o número de tweets originados de Tóquio já ultrapassava 1.200 por minuto, segundo a ferramenta Tweet-o-Meter, que analisa o tráfego de mensagens no microblog. A marca é superior às registradas em vários centros importantes do planeta.

A rede também serviu como termômetro do desastre entre residentes de áreas que estavam sob alerta de risco de tsunami, como a costa oeste dos Estados Unidos. A repercussão ganhou força antes mesmo das advertências do governo americano sobre o assunto.