10 exercícios para ajudar a turbinar seu cérebro

A neuróbica existe e pode ajudar a fazer com que seu cérebro funcione melhor

Praticar atividades físicas é essencial para a saúde e disso todo mundo sabe. Mas quantas vezes você lembra de se dedicar ao cérebro? Vale lembrar que ele não é um músculo (trata-se de um órgão, na verdade), mas dá para exercitá-lo, sim!

O neurocientista americano Larry Katz até inventou um nome para esse tipo de exercício: é a neuróbica. Ele é autor do livro Mantenha Seu Cérebro Vivo (Sextante), onde dá dicas de como incluir essa ginástica mental na rotina.

Manter o cérebro “em dia” melhora a memória e a concentração, além de aumentar a agilidade no raciocínio. Confira aqui 10 exercícios para praticar.

1. Fazer palavras cruzadas

Sim, as boas e velhas revistinhas Coquetel são ótimas para matar tempo e também para turbinar o cérebro. Só não vale buscar as respostas do Google, OK?

(Getty Images)

2. Usar a mão contrária

Felizmente, foi-se o tempo em que crianças canhotas eram obrigadas a tornarem-se destras! De qualquer forma, forçar o uso da mão contrária é um baita exercício para o cérebro. Dá para tentar escrever frases, comer, escovar os dentes e trocar o mouse do computador de lado, por exemplo.

3. Assistir a filmes utilizando a legenda na língua original

Lógico que esse exercício só funciona se você compreender aquela língua. Você fez cursinho de inglês, mas não pratica há anos? Está aí uma ótima forma de colocar seus conhecimentos em prática!

Comece escolhendo filmes e séries leves, sem um conteúdo muito denso. Você vai ver que, depois de um tempo, a gente até esquece que está assistindo sem legenda em português.

4. Ler um texto através do espelho

Assim como no exercício em que você utiliza a mão contrária, ler de trás para frente também vai forçar seu cérebro a “aprender” uma nova maneira de realizar algo rotineiro.

5. Fazer contas à moda antiga

Quando foi a última vez que você pegou caneta e papel para fazer cálculos? Você lembra de coisinhas chamadas tabuada e regra de três? Pois saiba que puxar isso da memória pode ser um exercício e tanto para turbinar a massa cinzenta.

(Getty Images)

6. Jogar stop (consigo mesmo)

Lembra desse clássico? Ele é ótimo para estimular a memória. Mas também dá para “jogar” mentalmente no trânsito, por exemplo. 

Encontre letras ao seu redor (como nas placas dos carros e nos outdoors) e tente lembrar de coisas que comecem com tais letras, no mesmo esquema do stop (nome, país, cor, objeto, animal, marca etc.).

7. Jogar Xadrez

Dispensa comentários, né? Raciocínio puro e muita concentração!

(Thinkstock/Ingram Publishing)

8. Relembrar detalhes do dia a dia

Digamos que hoje é uma quarta-feira. Você consegue lembrar o que fez na quarta-feira da semana passada? A roupa que você usou? O que comeu no almoço? Que compromissos teve no trabalho? Force seu cérebro a lembrar desses detalhes.

9. Utilizar apps específicos 

Xadrez e palavras cruzadas são passatempos analógicos demais para você? Então se jogue nos aplicativos que podem ajudá-la a exercitar sua mente.

O Lumosity, por exemplo, foi desenvolvido por neurocientistas e disponibiliza atividades diárias para o treino do cérebro. Outros bem populares são o Threes! e o Flow Free: Bridges. Confira uma lista com 15 apps aqui.

(Reprodução)

10. Quebrar pequenos padrões da rotina

De modo automático, seu cérebro já sabe onde você guarda o pó do café, em qual pulso usa o relógio, qual a senha do seu celular e qual o caminho que você usa para chegar ao trabalho.

Dentre os 83 exercícios do livro Mantenha Seu Cérebro Vivo, a maioria segue essa lógica: quebre pequenos padrões que seu cérebro já decorou.