Uber, Cabify ou EasyGo. Qual é mais barata?

A concorrência entre as plataformas de transporte está cada vez mais acirrada. Veja qual é mais vantajosa para você, consumidor

São Paulo – “Chamar um Uber” já soa mais natural do que “chamar um táxi” em  São Paulo. O mercado de aplicativos de transporte individual a preços competitivos segue avassalador, e a pioneira Uber corre para melhorar seu serviço com a concorrência cada vez mais acirrada com a Cabify e a EasyGo, entre outras plataformas.

Na última semana, a Uber passou a cobrar uma taxa de serviço fixa de R$ 0,75 por viagem. A empresa  justificou que a cobrança servirá para manter o crescimento saudável da plataforma, que já tem 8,7 milhões de passageiros ativos e 50 mil motoristas no Brasil.

Mas as reclamações também cresceram. Em 2016, a Uber ficou em 16º lugar entre as 20 empresas mais reclamadas do site Reclame Aqui. Muita gente se queixou que foi pega de surpresa pelo preço dinâmico, que torna a viagem mais cara quando a demanda de usuários é maior que a quantidade de motoristas disponíveis.

É nesse ponto que a Uber perde para as concorrentes Cabify e EasyGo, que não têm preço dinâmico e cobram sempre a mesma tarifa, não importa a disponibilidade de carros. Mas fora da tarifa dinâmica, a Uber e a EasyGo podem ser mais baratas do que a Cabify, conforme a quilometragem, como mostrou uma simulação realizada por EXAME.com.

Em viagens curtas, de menos de 15 quilômetros, os serviços UberX e EasyGo são mais baratos em horários de trânsito normal em São Paulo, apesar da diferença de preço ser pequena. Quanto maior a viagem de no máximo 15 quilômetros, mais pode valer a pena usar UberX ou EasyGo em vez de Cabify. Veja:

Serviço Preço da viagem de 5 km
Cabify R$ 15
EasyGo R$ 13
UberX R$ 14

Já para viagens entre 15 e 25 quilômetros, a Cabify é mais barata. Isso porque a plataforma cobra menos pelo quilômetro rodado em viagens dessa quilometragem em São Paulo. Confira:

Serviço Preço da viagem de 15 km
Cabify R$ 28
EasyGo R$ 32
UberX R$ 34

Em viagens longas, acima de 25 quilômetros, a Uber e a EasyGo são significativamente mais baratas que a Cabify:

Serviço Preço da viagem de 30 km
Cabify R$ 90
EasyGo R$ 60
UberX R$ 63

Para realizar as simulações acima, EXAME.com considerou que, fora do horário de pico em São Paulo, segundo o Google Maps, o usuário demora 15 minutos para percorrer cinco quilômetros, 25 minutos para andar 10 quilômetros, 35 minutos para viajar por 15 quilômetros e  1 hora para percorrer 30 quilômetros.

As simulações valem apenas para São Paulo, pois a Cabify cobra preços diferentes conforme a cidade e a EasyGo, por enquanto, só opera em São Paulo.

Horários de pico

Em horários de pico – de segunda à sexta-feira, das 7h às 10h e das 17h às 21h –, a Cabify pode valer mais a pena. Isso porque a Uber e a EasyGo cobram uma tarifa base em todas as corridas, mais um valor por quilômetro rodado e outro por minuto de viagem.

Já a Cabify não cobra por tempo de corrida, apenas uma tarifa base R$ 2,50 mais cara em São Paulo em horários de pico. Ou seja, você já sabe exatamente quanto vai gastar antes de entrar no carro e pode ficar tranquilo, não importa o trânsito. No Rio de Janeiro, até mesmo a tarifa por quilômetro é mais barata em horário de pico.

Diferenças de tarifa

Veja como cada plataforma calcula os preços das viagens:

UberX

R$ 2 de tarifa base + R$ 0,26 por minuto + R$ 1,40 por quilômetro + taxa municipal (em São Paulo, R$ 0,10 por quilômetro)

A Uber tem tarifa dinâmica e pode aumentar o preço do serviço, calculado por um algoritmo, quando há mais passageiros do que motoristas disponíveis. A empresa também oferece os serviços Uber Pool, de viagens compartilhadas, e Uber Black, com carros mais luxuosos.

EasyGo

R$ 2 de tarifa base + R$ 0,26 por minuto + R$ 1,40 por quilômetro

A EasyGo não tem tarifa dinâmica e já embute no preço a taxa municipal nas cidades onde o serviço é regulamentado, como São Paulo. Desde que surgiu, em julho de 2016, a plataforma abaixou seu preço para se igualar à Uber.

Cabify Lite

São Paulo

R$ 0,50 de tarifa base ou R$ 3 em horário de pico* + tarifa por quilômetro** + R$ 0,40 por minuto de espera do cliente (se demorar mais de 3 minutos para entrar no carro)

*Em chamadas reservadas, a tarifa base é de R$ 3,50 ou de R$ 6 em horário de pico

**Menos de 10 quilômetros: R$ 2,90 por quilômetro
Entre 10 e 25 quilômetros: R$ 1,85 por quilômetro
Mais de 25 quilômetros: R$ 3,00 por quilômetro

Rio de Janeiro

R$ 0,50 de tarifa base ou R$ 0,60 em horário de pico* + tarifa por quilômetro** + R$ 0,40 por minuto de espera do cliente (se demorar mais de 3 minutos para entrar no carro)

*Em chamadas reservadas, a tarifa base é de R$ 3,50 ou de R$ 6 em horário de pico

**Menos de 10 quilômetros: R$ 2,75 por quilômetro ou R$ 2,30 em horário de pico
Mais de 10 quilômetros: R$ 2,20 por quilômetro ou R$ 2 em horário de pico

Porto Alegre

R$ 1,50 de tarifa base ou R$ 2,50 em horário de pico* + tarifa por quilômetro** + R$ 0,40 por minuto de espera do cliente (se demorar mais de 3 minutos para entrar no carro)

*Em chamadas reservadas, a tarifa base é de R$ 4,50 ou de R$ 5,50 em horário de pico

**Menos de 10 quilômetros: R$ 2,30 por quilômetro
Mais de 10 quilômetros: R$ 2 por quilômetro ou R$ 2 em horário de pico

Belo Horizonte

R$ 1 de tarifa base ou R$ 2,50 em horário de pico* + tarifa por quilômetro** + R$ 0,40 por minuto de espera do cliente (se demorar mais de 3 minutos para entrar no carro)

*Em chamadas reservadas, a tarifa base é de R$ 4,50 ou de R$ 5,50 em horário de pico

**Menos de 5 quilômetros: R$ 2,50 por quilômetro
Entre 5 e 25 quilômetros: R$ 1,95 por quilômetro
Mais de 25 quilômetros: R$ 3 por quilômetro

A Cabify não tem tarifa dinâmica e já embute no preço a taxa municipal nas cidades onde o serviço é regulamentado, como São Paulo. A plataforma opera com o Cabify Lite e Cabify Cap, a categoria de carros top de linha.