Serasa aproveita FGTS e prepara “superfeirão limpa nome”

O objeto da ação é aproveitar os recursos do fundo de garantia para combater a inadimplência recorde registrada no começo do ano

Em janeiro, o país registrou 59,7 milhões de pessoas inadimplentes e 4,9 milhões de empresas com dívidas em atraso, que devem consumir uma parte do dinheiro liberado das contas inativas do FGTS a partir deste mês.

Com o objetivo de combater essa inadimplência recorde registrada no começo do ano e aproveitar os recursos do fundo de garantia, a Serasa promete realizar neste mês o maior movimento da sua história para ajudar empresas e consumidores a renegociarem suas dívidas e limparem o nome ainda no primeiro trimestre do ano.

Os descontos, segundo a Serasa, variam caso a caso e de empresa para empresa, mas podem chegar a 90% da dívida

O movimento Limpa Nome da Serasa começou ontem com o Serasa Recupera PJ, que além do serviço gratuito online conta, pela primeira vez, com atendimento às empresas no centro de São Paulo.

Na próxima semana, dia 27, começa o Liquida Dívidas, evento nacional que dá ao consumidor a possibilidade de renegociar pela internet ou em um dos 20 mil postos de atendimentos das empresas credoras participantes.

O Liquida Dívidas é a oportunidade para que os consumidores quitem suas dívidas com descontos e limpem seu nome ainda no primeiro trimestre do ano.

“Esse é o desejo de empresas e consumidores, por isso estamos criando o movimento, a inadimplência não interessa a ninguém”, afirma Silvio Frison, vice-presidente do SerasaConsumidor.

Preparação

Frison recomenda que os consumidores se preparem para participar do evento.

A primeira medida é consultar o site www.liquidadividas.com.br para verificar se a empresa com a qual tem débitos está participando do evento.

Outra dica é que o consumidor inadimplente revise suas contas antes de acessar o serviço e veja de quanto pode dispor para quitar seus débitos à vista ou parcelado.

Dentro do período do evento, as empresas participantes apresentarão propostas exclusivas para os clientes com contas vencidas.

Empresas renegociando

Até o momento, participam do Liquida Dívidas as empresas: Banco Itaú Unibanco, Recovery, AES Eletropaulo, Enel, Oi, TIM, SKY, Banco Honda, Qualicorp, BV Financeira, Calcard, Tricard, Compesa, Koerich e Kredilig.

Outras empresas estão acertando sua entrada. As renegociações serão feitas diretamente com as participantes, que oferecerão atendimento pessoal nas lojas, por telefone ou chat.

“A novidade é que o Liquida Dívidas possibilita que até moradores de cidades mais distantes do interior do país tenham a oportunidade de acertar sua vida financeira pessoalmente, em um endereço já conhecido, perto da residência ou do trabalho, em horários mais flexíveis”, ressalta Frison.

Para verificar endereços, horários, canais de atendimento ou obter outras informações, basta acessar o site.

De acordo com o executivo, a importância do evento está na oportunidade de valorizar o consumidor ao permitir a ele reassumir o controle de sua vida financeira:

“Reabilitar o crédito é uma forma de resgatar a dignidade financeira do consumidor”, diz.

O trabalhador inadimplente, que já teve acesso ao FGTS, pode utilizar o recurso para limpar o nome. Já para os credores, dar a chance de os clientes voltarem a ter o nome limpo, contribui para a retomada da economia, diz Frison.

Posto avançado e agências

Além da página na internet, a população poderá contar com atendimento em várias agências da Serasa pelo país, que estarão funcionando em horário normal para consulta ao CPF, esclarecimento de dúvidas e orientação dos consumidores.

Vale do Anhangabaú

Durante os dias do evento, os paulistanos também terão um posto avançado da Serasa, montado no Vale do Anhangabaú, no Centro, que oferecerá apoio ao Liquida Dívidas.

A tenda disponibilizará computadores, internet e impressoras para que o cidadão possa realizar sua própria consulta no site da Caixa para verificar a situação do FGTS, se necessário.

Consumidor deve se preparar

 O consumidor precisa fazer um bom planejamento antes de renegociar uma dívida, colocando na ponta do lápis todas as despesas fixas e as contas já assumidas ou previstas, diz a Serasa.

Assim, é possível saber o quanto está disponível para pagar a nova dívida que será renegociada, escolhendo quais as condições e formas de pagamento que melhor se encaixam no orçamento.

Segundo os especialistas da Serasa, o trabalhador inadimplente com direito ao resgate do FGTS deve utilizar ao menos parte do valor recebido para quitar dívidas pendentes.

Para ajudar a população, o SerasaConsumidor disponibiliza gratuitamente em seu site o e-book Como se preparar para a negociação de dívidas, com uma série de dicas para fazer uma boa negociação e limpar o nome.

O Liquida Dívidas irá de 27 de março a 2 de abril 2017.

O horário na internet é 24 horas, mas o consumidor deve verificar horário de atendimento de cada empresa participante.

Além do site do programa, outras informações podem ser obtidas no site da Serasa, como os endereços das agências para atendimento.

Haverá ainda orientação sobre CPF e sobre saque do FGTS. Para isso, é preciso levar o CPF, um documento de identidade com foto e, para o FGTS,  carteira de trabalho.