Já pensou em ter um carro por assinatura? Veja se vale a pena

Porto Seguro permite alugar um carro zero quilômetro por até dois anos pagando uma mensalidade que inclui seguro, documentação, impostos e manutenção

São Paulo – Você troca de carro a cada dois anos, utiliza o veículo com frequência e não quer ter dor de cabeça com a compra, venda e manutenção? O novo serviço de assinatura de carros lançado pela Porto Seguro pode ser adequado às suas necessidades.

O Carro Fácil funciona como um aluguel de um carro zero quilômetro a longo prazo. Entre os 70 tipos de veículos disponíveis, fabricados por sete montadoras (Ford, GM, Hyundai, Nissan, Toyota, Audi e Peugeot), há desde modelos básicos, como o Ford Ka, até os top de linha, como o Audi Q3, todos com ar-condicionado e direção hidráulica.

A contratação do serviço deve ser feita por um ou dois anos e tem quilometragem definida: a mínima é de 25 mil quilômetros e, a máxima, de 55 mil quilômetros por ano. Usuários que excederem o valor contratado pagam 0,70 centavos por quilômetro adicional.

O Carro Fácil tem embutido um pacote de serviços que já inclui gastos com seguro, IPVA, documentação e manutenção preventiva. Ou seja, o usuário acaba gastando apenas com combustível e estacionamentos, além de eventual franquia do seguro, que cobre integralmente apenas danos a terceiros.

A comodidade tem um preço. As mensalidades partem de 1.350 reais caso o usuário escolha um Chevrolet Ônix ou Ford Ka e pode chegar a 5,8 mil reais se o modelo escolhido for um Audi Q3.

Marcelo Rosal, gerente de mobilidade urbana da Porto Seguro, argumenta que os valores do serviço são mais baixos do que a compra de um veículo considerando que a desvalorização de um carro novo é de até 40% nos primeiros dois anos.

Na conta, a Porto Seguro também considera, com base na taxa CDI (que serve como referência para investimentos conservadores), quanto o cliente ganha em manter o dinheiro no banco ao invés de utilizá-lo de uma só vez para comprar um veículo à vista.

O serviço oferece um bônus para usuários que entregam o carro em bom estado de conservação, que pode se traduzir em redução da franquia do seguro até isenção da primeira mensalidade da renovação do plano.

Caso o usuário queira desistir do serviço antes do término do contrato, a multa pelo cancelamento equivale a 50% do valor das parcelas restantes.

O serviço é válido para todo o Estado de São Paulo e no Rio de Janeiro, com exceção da região da Baixada Fluminense.

Fique atento

O serviço da Porto Seguro somente faz sentido para quem troca de carro a cada dois anos, analisa o consultor financeiro Jurandir Macedo. Isso porque, com o tempo, a desvalorização do carro é menor, e passaria a não compensar o valor gasto com as mensalidades já que, naturalmente, os veículos assinados serão sempre novos.

Macedo também aponta que contratar um pacote de serviços definido não permite buscar o melhor preço. “Quem compara pode economizar mais com esses gastos e fazer com que não valha tanto a pena pagar pela mensalidade com todos esses gastos inclusos”.

O serviço pode ser ainda mais atrativo para quem opta por financiar a compra de um veículo, diz o consultor. “Uma taxa de juros de 1,8% ao mês pode significar 28 mil reais gastos com juros em um ano. Para quem tem um salário elevado, que permita que a mensalidade caiba no orçamento, pode valer a pena contratar o serviço como forma de evitar este gasto”.

Macedo, no entanto, não recomenda a compra de um carro zero-quilômetro e a troca do veículo após dois anos justamente por conta da alta desvalorização que o carro sofre nos dois primeiros anos (Veja por que preferir um seminovo a um zero quilômetro).

O consultor lembra que, para quem não utiliza o veículo com frequência e quer evitar a compra do bem, utilizar serviços de motoristas, como o Uber e seus concorrentes, pode sair mais barato do que fazer a assinatura de um carro. “É necessário colocar na ponta do lápis a estimativa de gastos em cada opção para escolher a mais adequada”.

 

 

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Bruno Dantas

    32 mil em um aluguel de um ford ká? kkkkkk

  2. Felipe Madruga Lopes

    A ideia realmente é boa, mas ao analisar os valores cobrados pela mensalidade nota-se que não é uma opção nada econômica.Um Ford Ka tem um custo mensal de cerca de R$1.400.Nestas condições com certeza ainda é melhor ter um carro próprio.