Os fundos de investimento mais rentáveis de julho

Fundos cambiais sobem 10% e multimercados 5% com alta do dólar no mês

São Paulo – Os fundos cambiais e os multimercados da estratégia macro foram destaques em julho, com ganhos de 10,32% e 4,99% na média, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Ambos se beneficiaram da alta de 9,39% do dólar no mês. Já os multimercados tiraram proveito também da subida dos juros no período, e meio à turbulência envolvendo o ambiente político brasileiro e a redução da meta de ajuste fiscal, que pode abrir espaço para a perda do grau de investimento pelo país.

No ano, essas carteiras acumulam rentabilidades de 29,59% e 16,84%, muito acima da dos juros do CDI, de 1,18% e 7,17%, respectivamente.

Os gestores de multimercados vinham apostando há muito tempo na piora dos indicadores brasileiros, o que lhes custou parte da rentabilidade no ano passado e nos primeiros meses deste ano.

Porém, a reação dos mercados à crise política e à piora econômica favoreceram a desvalorização da moeda brasileira e a subida dos juros. Um exemplo dessa estratégia é o Fundo Verde, de Luís Stuhlberger.

Os fundos renda fixa índices que apostam em papéis longos, ainda fecharam julho com ganho de 0,69%, abaixo do CDI, mas refletindo a alta dos juros, que desvaloriza os papéis antigos em seus carteiras.

Ficaram abaixo do ganho de 1,19% dos Fundos DI, que sequem os juros diários. No ano, porém, os renda fixa índices ainda estavam ganhando até dia 31.

Já os fundos de ações refletiram a piora da bolsa brasileira. O Índice Bovespa caiu 4,17%, mas na média os fundos de ações ainda fecharam o mês um pouco melhores, com ganho de 0,36%.

O motivo é que houve concentração na queda em alguns papéis do índice com menor peso nos fundos. Os fundos de dividendos perderam 0,88% e os “small caps”, de empresas menores, 1,61%.

As carteiras de FGTS da Petrobras tiveram perdas expressivas, acompanhando as ações da estatal: 17,51% em julho, reduzindo o ganho no ano para 19,40%.

E a queda deve se ampliar neste mês, após a divulgação do resultado do segundo trimestre abaixo do esperado pelo mercado. Já os fundos FGTS da Vale perderam 2,52% e acumulam prejuízo de 17,18% no ano.

O cenário deve ter mudado ainda mais neste mês, pois o dólar subiu ainda mais, assim como os juros. E a bolsa acentuou a queda com a perspectiva de que o país vai mesmo perder o selo de bom pagador internacional.

Julho também foi um mês de aumento dos resgates dos fundos de investimentos, com R$ 11,175 bilhões de saídas líquidas, reduzindo a captação no ano para R$ 22,3 bilhões.

O destaque de resgates no mês ficou com os fundos curto prazo, com R$ 5,6 bilhões de perda líquida, enquanto os renda fixa perderam R$ 3,7 bilhões. Houve, porém uma captação líquida de R$ 7,07 bilhões em fundos DI, o que indica maior procura dos investidores por proteção contra a alta dos juros.

Abaixo, o desempenho dos principais tipos de fundos de investimentos do mercado.

Rendimento (em %)      
Tipos Semana Julho No ano 12 meses
Curto Prazo 0,25 1,17 7,13 12,03
Referenciado DI 0,26 1,19 7,28 12,28
Renda Fixa 0,3 1,08 7,77 12,71
Renda Fixa Crédito 0,29 1,16 7,41 12,25
Renda Fixa Índices 0,62 0,69 8,11 12,3
Long And Short ? Neutro 0,28 1,59 5,63 11,69
Long And Short ? Direcional 0,43 1,91 5,23 10,03
Multimercados Macro 1,49 4,99 16,84 22,78
Multimercados Trading 0,5 0,47 8,22 13,45
Multim. Multiestratégia 1,27 3,35 12,33 17,89
Multimercados Multigestor 0,76 2,22 8,64 13,3
Multim. Juros e Moedas 0,32 1,17 7,3 11,98
Multim. Estrat. Específica 0,81 2,59 9,53 15,41
Cambial 2,02 10,31 29,59 51,19
Ações IBOVESPA Ativo 2,08 0,36 4,19 -1,78
Ações IBrX Ativo 2,53 -2,49 2,23 -5,85
Ações Setoriais 3,65 -6,06 2,07 -20,33
Ações Small Caps 1,51 -1,61 -5,33 -11,28
Ações Dividendos 2,88 -0,88 2,72 -4,01
Ações Sustent./Governança 3,04 -1,36 0,58 -5,07
Ações Livre 2,22 0,34 4,26 0,74

 

Referências

       
Ativos Semana Julho No ano Em 12 meses
Dólar 2,06 9,39 27,78 49,69
Ibovespa 3,29 -4,17 1,71 -8,89
CDI 0,26 1,18 7,17 12,08
Captação R$ milhões    
Tipos Semana Julho No ano 12 meses
Curto Prazo -7.973,16 -5.654,81 3.170,18 -12.299,47
Referenciado DI -1.904,64 7.075,84 22.702,39 39.685,52
Renda Fixa -6.509,02 -3.684,49 15.137,66 -202,74
Renda Fixa Crédito -173,7 -345,61 -7.041,56 -7.715,78
Renda Fixa Índices -829,94 -238,48 -10.035,98 -12.495,88
Long And Short ? Neutro -69,89 -179,61 -551,57 -1.012,98
Long And Short ? Direcional -71,68 -308,55 -1.761,32 -2.613,13
Multimercados Macro -203,15 -2.086,98 -4.029,60 -9.477,07
Multimercados Trading -1,72 -37,58 -190,69 -229,02
Multim. Multiestratégia 423,71 -3.283,13 -10.472,85 -9.952,44
Multimercados Multigestor -85,04 -160,31 -342,73 -127,76
Multim. Juros e Moedas -1.667,10 -2.303,58 -7.076,77 -9.963,90
Multim. Estrat. Específica 2,62 -253,82 -539,28 -419,6
Cambial -45,63 -115,3 901,03 959,53
Ações IBOVESPA Ativo -33,03 -117,53 -1.181,77 -2.155,59
Ações IBrX Ativo -7,54 -114,08 -1.678,28 -2.736,83
Ações Setoriais -14,59 -39,42 -234,55 -332,29
Ações Small Caps -67,67 -150,42 -504,52 -788,72
Ações Dividendos -37,77 -101,77 -794,29 -1.104,42
Ações Sustent./Governança -3,59 -14,64 -199,99 -309,14
Ações Livre -112,43 -871,52 -6.027,50 -9.010,08
Outros -2.134,05 1.810,23 33.028,47 59.233,48
Total: -21.519,04 -11.175,56 22.276,49 16.931,70
 
Fundos de Privatização 2015
Mês Petrobras (%) Vale (%)
jan/15 -16,17 -15,1
fev/15 17,68 13,96
mar/15 0,95 -15,66
abr/15 48,03 29,16
mai/15 -7,07 -11,59
jun/15 5,66 -8,82
julho -17,51 -2,53
Ano 19,4 -17,18