Os custos de propriedade e uso dos principais SUVs do mercado

Modelos com preços de aquisição menores podem ter custos de rodagem maiores - e vice-versa

Que os SUVs tomaram o mundo, todo mundo sabe. No Brasil, entre janeiro e maior de 2017, eles ficaram em segundo lugar de emplacamentos com 21,6% do mercado, atrás apenas dos hatches compactos, com 26,2%.

No entanto, grande parte dos consumidores leva os modelos para casa no escuro, apenas pelas percepções de estilo e robustez, sem considerar os custos a serem despendidos.

Os dados das tabelas a seguir, colhidos pela consultoria Jato, revelam todos os gastos dos modelos durante 36 meses, considerando a rodagem de 20.000 km por ano (60.000 km no total).

Foram considerados depreciação, combustível, seguro, revisões em concessionárias, manutenção, pneus, juros e impostos. Os modelos foram separados em dois grupos: acima e abaixo de R$ 90.000, sendo seis diferentes para cada grupo.

No primeiro pelotão estão EcoSport SE 1.6, EcoSport Freestyle 2.0 4×4, Duster Dynamique 1.6, Duster Dynamique 2.0, Creta Pulse 1.6 e Renegade Sport 1.8, com preços entre R$ 73.490 (Duster Dynamique) e R$ 87.990 (Renegade Sport).

Apesar do Duster 1.6 ter o menor preço de aquisição, seus valores de depreciação, combustível, manutenção e pneus são maiores que os do EcoSport SE, que acaba tendo o menor custo de propriedade. No período estipulado, o Ford fará seu dono desembolsar R$ 106.669, enquanto o Renault demandará R$ 108.128.

O curioso é notar a variação dos custos entre a versão SE 1.6 (de entrada) e a Freestyle 2.0 (topo de linha) do EcoSport. Enquanto na primeira um jogo de pneus aro 15 sai por R$ 2.346, na segunda (com aro 16) o valor sobe para R$ 3.549. Já as revisões, apesar da motorização maior e da tração 4×4, passa de R$ 3.193 do SE para R$ 3.502 do Freestyle – ou poucos R$ 309 a mais.

No final das contas, a diferença de R$ 5.900 no valor de aquisição das duas versões sobe para R$ 16.577 (ao longo de três anos) quando são considerados os custos de propriedade e uso.

Já o Renegade Sport 1.8 flex compensa o preço de aquisição mais alto com o menor valor de depreciação. Na ponta do lápis, seus custos de propriedade e uso ao longo de três anos são menores que o de modelos mais baratos.

EcoSport SE 1.6 Duster Dynamique 1.6 Renegade Sport 1.8 Creta Pulse 1.6 EcoSport Freestyle 2.0 Duster Dynamique 2.0
Preço R$ 78.800 R$ 73.490 R$ 87.990 R$ 85.740 R$ 84.700 R$ 85.070
Depreciação R$ 28.817 R$ 30.903 R$ 27.523 R$ 31.424 R$ 32.728 R$ 40.451
Combustível R$ 20.182 R$ 21.583 R$ 22.200 R$ 20.447 R$ 24.667 R$ 23.908
Seguro R$ 13.326 R$ 9.683 R$ 9.196 R$ 13.965 R$ 10.144 R$ 10.371
Revisões R$ 3.193 R$ 3.965 R$ 5.559 R$ 3.695 R$ 3.502 R$ 3.966
Manutenção R$ 5.547 R$ 8.389 R$ 8.613 R$ 8.051 R$ 7.598 R$ 5.976
Pneus R$ 2.346 R$ 3.612 R$ 2.501 R$ 3.174 R$ 3.549 R$ 3.612
Juros R$ 25.092 R$ 22.702 R$ 28.826 R$ 27.290 R$ 26.666 R$ 25.467
Impostos R$ 8.166 R$ 7.290 R$ 9.449 R$ 9.147 R$ 8.492 R$ 8.187
Total R$ 106.669 R$ 108.128 R$ 113.867 R$ 117.193 R$ 117.346 R$ 121.938
custo/mês R$ 2.963 R$ 3.004 R$ 3.110 R$ 3.255 R$ 3.260 R$ 3.387
custo/km R$ 1,78 R$ 1,80 R$ 1,90 R$ 1,95 R$ 1,96 R$ 2,03

No caso do Renault Duster Dynamique 2.0, chama a atenção o altíssimo valor de depreciação ao longo de três anos (R$ 40.451, ou quase metade do valor de aquisição). Com isso, ele acaba tendo um custo de propriedade e uso maior que o de modelos mais caros, como Jeep Renegade Sport 1.8 e o Hyundai Creta Pulse 1.6.

Na tabela mais abaixo, com modelos que custam acima dos R$ 90.000, estão HR-V EX 1.8, Tracker LTZ 1.4 turbo, Hyundai Creta Prestige 2.0, Hyundai ix35 GL 2.0, Kicks SL 1.6 e Renegade Sport 2.0 turbodiesel.

Graças aos custos de depreciação e seguro reduzidos, o HR-V EX acaba tendo um custo de propriedade menor que o de concorrentes diretos, como o Nissan Kicks SL e o Chevrolet Tracker LTZ, mesmo considerando que a Honda acaba cobrando mais pelas revisões.

Já os exemplos de Renegade Sport 2.0 diesel e Hyundai ix35 2.0 flex mostram como a aquisição de um veículo movido a diesel pode valer a pena a médio-longo prazo. Mesmo tendo um custo de aquisição R$ 14.440 maior que o ix35, o Renegade acaba tendo um custo de propriedade e uso R$ 7.607 menor depois de três anos.

HR-V EX 1.8 Kicks SL 1.6 Tracker LTZ 1.4 Creta Prestige 2.0 Renegade Sport 2.0 Hyundai ix35 2.0
Preço R$ 93.000 R$ 93.490 R$ 92.390 R$ 99.990 R$ 123.490 R$ 109.050
Depreciação R$ 24.003 R$ 30.422 R$ 23.606 R$ 35.666 R$ 40.196 R$ 40.599
Combustível R$ 20.182 R$ 17.659 R$ 20.182 R$ 20.720 R$ 18.231 R$ 23.545
Seguro R$ 10.846 R$ 15.007 R$ 12.478 R$ 14.895 R$ 16.908 R$ 25.169
Revisões R$ 5.458 R$ 3.668 R$ 3.283 R$ 4.807 R$ 4.012 R$ 4.564
Manutenção R$ 6.804 R$ 5.839 R$ 15.475 R$ 8.051 R$ 8.092 R$ 9.767
Pneus R$ 2.632 R$ 2.363 R$ 4.854 R$ 3.174 R$ 5.463 R$ 4.314
Juros R$ 31.351 R$ 30.424 R$ 31.187 R$ 31.995 R$ 40.184 R$ 34.599
Impostos R$ 10.187 R$ 9.721 R$ 10.138 R$ 10.477 R$ 12.866 R$ 11.003
Total R$ 111.462 R$ 115.102 R$ 121.202 R$ 129.785 R$ 145.953 R$ 153.560
custo/mês R$ 3.096 R$ 3.197 R$ 3.367 R$ 3.605 R$ 4.054 R$ 4.266
custo/km R$ 1,86 R$ 1,92 R$ 2,02 R$ 2,16 R$ 2,43 R$ 2,56

Este conteúdo foi originalmente publicado no site da Quatro Rodas.