Onde aplicar para a aposentadoria?

Internauta quer saber se é melhor manter investimento em plano PGBL ou se vale a pena migrar para o Tesouro Direto

Pergunta do internauta: A dúvida é sobre aposentadoria e plano de previdência complementar. Tenho 33 anos e um PGBL onde pago 300 reais por mês. Já juntei um montante de 8.000 reais nesse PGBL. Minha dúvida é se é melhor transferir esse montante para letras do Tesouro Nacional e direcionar os novos aportes também para títulos públicos, abandonando o PGBL, ou se há alternativas ainda melhores? (Sérgio Menezes)

Reposta de Fernando Meibak*

Prezado Sérgio,

Não gosto do alto custo dos planos PGBL no Brasil. Apenas em alguns casos, esses custos podem ser compensados pela redução de IR, ainda assim só no longo prazo. O mecanismo de investimento chamado de Tesouro Direto é o mais indicado para você.

Recomendo que migre os aportes mensais de 300 reais imediatamente. Compre títulos de muito longo prazo, Notas do Tesouro Nacional Série B, que são corrigidas pelo IPCA e pagam juros. Se um dia precisar dos recursos, há liquidez semanal. Acho que é um bom risco.

Sobre o estoque de 8.000 reais, é preciso avaliar o regime de tributação que você escolheu e o custo da taxa de administração anual. Se você está no modelo regressivo, o IR sobre o saque será proporcional ao tempo do investimento. Começa em 35% e vai caindo 5 pontos percentuais a cada 2 anos.

Uma conta simples: se a taxa de administração do seu plano é de 2.5% ao ano, o seu ganho de redução de IR a cada 2 anos (de 5%) é comido pelo custo. Ou seja, pode sacar e migrar para o Tesouro Direto. Se seu custo for menor que 2.5%, pode sacar mais adiante. Se estiver no regime progressivo, recomendo migrar imediatamente para o Tesouro Direto.

*Fernando Meibak é sócio da consultoria Moneyplan, ex-diretor de gestão de investimentos do ABN-Amro Real e HSBC Brasil e autor do livro “O Futuro Irá Chegar! Você Está Preparado Financeiramente para Viver até os 90 ou 100 Anos?”.

Envie suas dúvidas financeiras para seudinheiro_exame@abril.com.br