O Tesouro Direto é um bom investimento para dar a meu filho?

Especialista responde se os títulos públicos podem ser um bom investimento para fazer hoje e presentear os filhos no futuro

Dúvida do internauta: Investir no Tesouro IPCA+ 2035 é uma boa opção para presentear meu filho?

Resposta de Samy Dana e Alex del Giglio*:

Títulos públicos federais adquiridos por meio da plataforma do Tesouro Direto são uma excelente alternativa de investimento para presentear seu filho, pois reúnem boa rentabilidade, relativa liquidez e baixo risco.

O investimento em Tesouro IPCA + 2035 garantirá ganho real, ou seja, acima da inflação, protegendo os recursos do seu filho da perda do poder de compra da moeda, o que não ocorre com outros investimentos mais difundidos, como a caderneta de poupança e o Certificado de Depósito Bancário (CDB).

Esse título paga uma taxa de juro definida no momento da compra, mais a variação do IPCA. O principal cuidado que você deve ter é com o risco de prejuízo, já que você pode perder dinheiro caso precise vender o título antes do prazo, em um momento de baixa do papel no mercado (entenda em detalhes o risco dos títulos públicos)

Outra precaução que se deve tomar nessa modalidade de investimento diz respeito às taxas cobradas pelos agentes de custódia, que podem ser corretoras ou bancos. As taxas variam muito entre os agentes. Procure agentes que não cobram taxa, restando apenas a taxa de custódia obrigatória de 0,30% ao ano e o IR retido na fonte no momento do resgate do título.

Vale notar que de tempos em tempos é indispensável rever a estratégia de alocação dos recursos investidos para seu filho, pois estamos tratando de títulos de longo prazo e a conjuntura político-econômica do nosso país é muito dinâmica.

(*) Samy Dana é Ph.D. em Business, professor da FGV e coordenador do Núcleo de Cultura e Criatividade GV Cult. É consultor de empresas nacionais e internacionais dos setores real e financeiro e de órgãos governamentais, além de autor de livros de finanças pessoais. Esta resposta foi escrita em parceria com Alex Del Giglio, economista pela Univerisidade de São Paulo (USP), com extensão em finanças pela ESC Bordeaux e mestrado em Administração pela FGV. Responsável pela área educacional da Prime Finance Investimentos AAI Ltda., com sede em Manaus.

Envie suas dúvidas sobre planejamento financeiro e investimentos para seudinheiro_exame@abril.com.br.

Veja, no vídeo a seguir, como funciona o título Tesouro IPCA+: